quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Como remarcar passagem de ônibus interestaduais

Quando o assunto é viagem de ônibus interestaduais podem surgir dezenas de imprevistos para atrapalhar os planos. Essa é uma situação comum que pode acontecer com todo mundo. Mas não se preocupe, para isso também tem solução.

Pensando em nossos leitores que estão passando por essa situação e procuram uma solução, elaboramos um artigo com todas as informações, dicas e procedimentos que você pode seguir nesses casos. Além disso, informações com os seus direitos como consumidor. Há soluções protegidas por lei para todos os casos de remarcação de passagem, cancelamento e também se o caso for de atraso e perda do ônibus por culpa do próprio passageiro.

Como remarcar passagem de ônibus?
De acordo com as diretrizes da ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre) o prazo mínimo para que você consiga a desistência com remarcação, ou mesmo um cancelamento com o dinheiro restituído deverá ser com no mínimo 3 horas de antecedência do embarque. A empresa terá o direito de ficar com apenas 5% do valor da passagem.

Para a remarcação ou desistência, apresente-se num guichê da empresa de ônibus da sua passagem e comunique a sua desistência. No caso de remarcação, você poderá marcar uma nova data no prazo de 1 ano. A remarcação poderá ser apenas para a mesma linha. Se o caso for de desistência, a empresa tem o prazo de ressarcir o valor em até 30 dias.

Mas, se você aparecer no guichê da empresa com um prazo menor do que as 3 horas? Como remarcar passagem de ônibus?
Neste caso você não poderá cancelar a sua passagem e ter o dinheiro ressarcido. Isso na verdade dependerá da política da empresa de ônibus em que comprou a passagem. Na maior parte das vezes, você não realizara a viagem, mas não perderá o direito de utilizar a passagem. Assim você terá ainda poderá remarcar para outro dia e horário, no período de um ano, sem nenhum acréscimo.

O que acontece se eu perder o ônibus?
Se você, por algum imprevisto perdeu o horário do ônibus e chegou na rodoviária depois que o ônibus já saiu, não se preocupe também. Neste caso você não perdeu o seu dinheiro, apenas o ônibus.

Vá até o guichê da viação de transporte terrestre que adquiriu a passagem e comunique que perdeu o horário de embarque e que quer remarcar sua viagem, para o mesmo trecho com outro horário ou outro dia. Você tem o prazo de um ano para poder usar essa passagem de ônibus, para a mesma sessão, de acordo com a resolução da ANTT.

Posso transferir minha passagem para outra pessoa?
Sim, essa situação é possível. Você deve se dirigir junto com o passageiro que ficará com a passagem, ambos  com o documento de identidade, e comunicar ao atendente a intenção de transferência. Essa transferência é feita na hora e sem nenhum custo. De forma simples e segura sua passagem será transferida para outra pessoa.

Com essa nova resolução da ANTT muita coisa mudou a favor do consumidor. Antes se você não comunicasse com as 3 horas de antecedência você não teria o reembolso completo do valor da passagem, a empresa tinha o direito de restituir apenas 70% e os outros 30% ficava para a viação de transporte terrestre. Por isso é tão importante ficar atento e saber dos seus direitos como consumidor e exigi-los no momento certo.

Posso fazer o cancelamento pela internet?
Sim. Esse cancelamento poderá ser feito através do Portal de atendimento ao cliente. Neste caso o procedimento deve ser feito com 4 horas de antecedência, no horário de 8h às 23h, de segunda a sexta. Nos finais de semana o prazo é de 6 horas de antecedência da viagem. Nesse site você abrirá um chamado de cancelamento da passagem, onde deverá informar o seu CPF e a data da sua viagem. Essa opção é apenas para passagens que não foram retiradas na rodoviária. Passagens que já foram retiradas na rodoviária, o cancelamento só poderá ser feito no guichê da viação de transporte terrestre, com no mínimo 3 horas de antecedência.

Se você, passageiro, não conseguir exercer os seus direitos de troca de passagem, remarcação ou cancelamento, exija seus direitos de reclamar na ANTT pelo número 166.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados