quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Fraude com cartões do Bilhete Único cresceu 82% em Fortaleza

A contagem da fraude do Bilhete Único (BU) em Fortaleza só aumenta, mês após mês. Os registros de irregularidade no uso do cartão quase dobraram em 90 dias. Foram 17.106 ocorrências em novembro/2016. Bateram 20.581 em dezembro/2016. E, em janeiro/2017, fecharam com 31.078. Alta de 82% no período. 

Conforme o monitoramento diário feito pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará (Sindiônibus), que é gestor do programa do Bilhete Único, nunca se chegou a tantos casos irregulares em tão pouco tempo - 68.765 em três meses.

Nas datas com mais registros da fraude em novembro (dia 30, com 1.440 casos) e janeiro (dia 4, com 2.543), o crescimento foi acima de mil notificações (1.103). Só na última semana de 2016, de 26 a 30 de dezembro, com o Centro da Cidade lotado para as compras de fim de ano, 9.350 passageiros utilizaram o Bilhete Único de outras pessoas. Nos primeiros dias úteis de 2017, de 2 a 6 de janeiro, período de compra do material escolar, foram mais 9.506 registros.

Ontem, detalhamos que “bilheteiros” cometem a fraude do BU “vendendo” como uma passagem o período da integração temporal do cartão - benefício em que o usuário pode embarcar em um novo ônibus até duas horas após a primeira passagem, sem precisar pagar novamente.

O grupo fraudador utiliza cartões verdadeiros de terceiros, que se cadastram no programa em troca de R$ 40. A fraude pode ser vista principalmente em paradas do Centro. Os “bilheteiros” atuam sem dificuldade, das 6 às 20 horas.

Por dia, a arrecadação do esquema passa dos R$ 20 mil em apenas três pontos (praça do Metrofor, avenida Tristão Gonçalves e praça da Estação). O usuário que compra a fraude vê a vantagem do valor mais em conta (R$ 2,50) que a tarifa (R$ 3,20).

O que diz a Etufor
A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) diz que “não foi notificada pelo gerenciador do sistema sobre a existência de fraudes significativas.

Tanto Sindiônibus quanto o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro) confirmaram que já haviam repassado várias denúncias à administração municipal sobre a fraude do BU.

A Etufor disse que solicitará reunião para tratar especificamente do tema, “como forma de ampliar e garantir maior eficiência aos mecanismos de controle”. A empresa informa que “atua, desde a implantação do Bilhete Único (junho/2013), juntamente com Sindiônibus, para prevenir e combater eventuais fraudes, a exemplo do que se busca com a biometria facial”. 
Com informações: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados