quinta-feira, 30 de março de 2017

Os primeiros ônibus com chassi Volvo do Ceará

Por Fortalbus
A Volvo começou sua produção no Brasil no ano de 1979, fabricando motores e chassis de ônibus B58. Iniciava assim um novo conceito de chassis para ônibus no País, com um moderno e inédito motor localizado abaixo do salão de passageiros. 

O B58 havia sido escolhido porque era o mais bem-sucedido chassi de ônibus da marca naquela época, tinha um inovador motor entre-eixos, suspensão a ar e, como opcional, uma caixa de câmbio automática. 

No Ceará, as primeiras unidades chegaram apenas em 1982, com as empresas Brasileiro Transporte e Turismo e Rápido Crateús, recebendo a carroceria Diplomata, um dos mais luxuosos daquela época. Os veículos foram comercializados pela Apavel, revendedora Volvo em Fortaleza. 

Na apresentação de lançamento do novo modelo Volvo em nosso estado, contou com a presença dos empresários José Arteiro Rosa (Rápido Crateús) e Nathan Gomes Botelho (Brasileiro Transporte e Turismo), responsáveis pelo pioneirismo na utilização dos ônibus Volvo em linhas intermunicipais no Ceará.

Durante o evento, o gerente regional da Volvo, entregou uma placa de prata a José Arteiro, primeiro empresário cearense a adquirir os ônibus Volvo. No ano seguinte, Expresso Timbira também adquire Volvo com carroceria Diplomata.

Após 35 anos dos primeiros ônibus Volvo ter chegado ao mercado cearense, vários modelos de chassis ilustraram as mais variadas frotas, desde o transporte urbano, metropolitano, turismo, fretamento e rodoviário.

Até hoje o ônibus Volvo é sinônimo de luxo, sendo preferência não só pelas empresas de turismo que priorizam o conforto, mas também por aquelas que buscam algo a mais num veículo moderno e que se destaca entre os demais por sua tecnologia embarcada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados