sábado, 13 de maio de 2017

Curiosidades sobre as rodas de alumínio usadas na frota da Empresa Gontijo

Em meados de 1995 a Gontijo começava a testar as rodas de alumino Alcóa, consideradas mais resistentes e leves, além de esteticamente mais atraentes na visão dos passageiros. Os testes se iniciaram no carro 9650 - JumBuss 340 / Scania K113CL e após o bom desempenho a empresa decidiu tornar padrão em sua frota, utilizando rodas Alcóa nas series 10xxx, 11xxx e 15xxx. 

Porém, no inicio dos anos 2000 devido ao crescimento do transporte clandestino e aéreo de passageiros aliado a queda na qualidade da malha rodoviária brasileira, a empresa percebeu que não era mais rentável manter essas rodas com alto custo de manutenção na frota.

Apesar de ser esteticamente atraentes as rodas de alumínio trincavam facilmente em rodovias mal pavimentadas e eram de soldagem difícil, isso aumentava o custo de manutenção e mão de obra, além de manter os carros parados por mais tempo, devido a manutenção específica. 

Foi então que em 2003 através da serie 12xxx a Gontijo alterou novamente o padrão e voltou a utilizar rodas de aço Maxion que eram mais econômicas, além de maiores e com mais estabilidade do que as rodas de alumínio, segundo testes já realizados anteriormente pela empresa. Hoje a frota da Gontijo conta com menos de 250 carros equipados com rodas de alumínio Alcóa, já que desde 2006 a Gontijo vem retirando gradativamente esse item da sua frota.

Curiosidade: A Gontijo decidiu que as rodas Maxion seriam na cor preta porque tendem a desgastar menos a pintura, além disso, hoje serve como uma marca registrada da empresa que não pensa em alterações na cor.
Com informações: Viaje Gontijo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados