quarta-feira, 31 de maio de 2017

Ônibus com chassis Volvo que marcaram história na Empresa Vitória

Por Fortalbus
Com mais de 60 anos, a Empresa Vitória é uma das mais tradicionais empresas de transporte de passageiros do Estado do Ceará, atuando no transporte metropolitano e municipal da Caucaia. A Empresa Vitória hoje é conhecida por conta de sua padronização de veículos com chassi Mercedes-Benz, mas no passado a empresa já fez uso de outras marcas de chassis em sua frota, entre elas a Volvo.

Hoje a linha de chassis Volvo oferecidos ao mercado urbano é bem ampla, mas para chegar a esse patamar foi preciso conquistar clientes e realizar bons negócios. Na década de 80, a Volvo buscava ganhar mercado e para isso usou a estratégia de testar seu chassi em algumas empresas de ônibus como forma de demostração.

Até hoje os ônibus com chassi Volvo são reconhecidos pela robustez e alta disponibilidade, atendendo a todos os tipos de operações, até aquelas onde as aplicações são mais severas. A Volvo chegou na Empresa Vitória através de uma fase de testes, um veículo Ciferal Paulista Condor operou em algumas linhas da empresa, para ser observados os resultados e desempenho do chassi.

Como os testes tiveram um resultado positivo, a Empresa Vitória adquiriu dois ônibus Caio Amélia com chassi Volvo B58, que ostentavam os prefixos 76 e 77. O Volvo B58 era o chassi mais bem-sucedido da marca naquela época, tinha um inovador motor entre-eixos, suspensão a ar e, como opcional, uma caixa de câmbio automática. Foi através desse modelo que a Volvo ingressou no mercado brasileiro.

Com o sucesso dos resultado alcançados através dos dois veículos, a Empresa Vitória encomendou mais duas unidades, desta vez com a carroceria Ciferal Padron Alvorada, as unidades receberam os prefixos 92 e 93. Todos os veículos Volvos eram escalados e efetivos nas linhas Nova Metropole 1 e 2, e nos finais de semana eram escalados para a linha Caucaia. 

Os veículos Volvo na Empresa Vitória eram conhecidos por exibir alguns detalhes nunca visto antes na frota, com elementos como direção hidráulica, suspensão pneumática, melhor iluminação e ventilação interna, além de dimensões maiores entre os bancos, corredores, de largura das portas, e menor distância entre o assoalho do ônibus e o chão.

No final da década de 90, a Empresa Vitória resolveu ampliar seus negócios, passando a atuar também no setor de aluguéis de ônibus para o turismo e fretamento. Naquele momento um dos veículos destinados para esse ramo de atuação era o único Marcopolo Viaggio GV 1000 que pertenceu a frota rodoviária da empresa, o veículo de prefixo 022 tinha um visual diferenciado e mais uma vez ostentava a potência do chassi Volvo, desta vez o B7R.

2 comentários:

  1. A direção hidráulica não era novidade, pois todos os OF1313 que a empresa adquiriu antes dos volvos já tinham direção hidráulica, sendo novidade nos mercedez o freio a ar.

    ResponderExcluir

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados