quinta-feira, 27 de julho de 2017

Os primeiros ônibus da marca Comil na frota da Empresa São Benedito

Por Fortalbus
Algumas empresas de ônibus seguem determinadas tendências de mercado que são influenciadas por diversos fatores, fato que se aplica também à aquisição de uma marca, um produto, neste caso, a carroceria do ônibus. Com mais de 50 anos de existência, a linha de veículos rodoviários da Empresa São Benedito sempre ganhou destaque por conta de sua variedade de modelos e tipos de carrocerias presentes na frota.

No início da década de 1990, a Empresa São Benedito passou a optar pela aquisição de ônibus rodoviários da marca Comil, para atender as linhas de curtas e médias distâncias. Foi então que em 1992, a Empresa começou a adquirir um lote de cinco unidades do modelo Condottiere.

O Condottiere foi o primeiro veículo desenvolvido pela Comil desde 1988, ficando na linha de produção da encarroçadora por dez anos, sendo ideais para operações em terrenos difíceis, por conta da sua estrutura reforçada e as saias laterais elevadas até a altura do eixo, oferecendo ao passageiro um espaço interno agradável, mesmo com as linhas e acabamentos simplificados.

Os veículos Comil Condottiere adquiridos pela Empresa São Benedito eram na versão 3.40, sobre chassis Mercedes-Benz, sendo adquiridos “zeros” e passando muito tempo em operação nas linhas da empresa, demostrando uma durabilidade impressionante. 

Com o passar dos anos, os veículos foram recebendo os vários layouts adotados pela Empresa São Benedito e ficando cada vez mais destinados as linhas curtas, até começar a ser desativados em 2008, após 16 anos de operações nas rotas da empresa.

Devido as vantagens econômicas que os ônibus Comil proporcionavam, a Empresa passou a adquirir em 1996, um lote de veículos do modelo Comil Versatile para as operações semi-urbanas entre Fortaleza e Pacajus, visando oferecer mais agilidade no embarque e desembarque dos passageiros, sem abrir do conforto e estrutura de um veículo rodoviário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados