segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Conheça a história e as empresas de ônibus que operam na linha Fortaleza x São Paulo

Por Fortalbus
O passageiro que precisa viajar entre as cidades de Fortaleza e São Paulo (SP) tem três ótimas opções para chegar ao seu destino. As empresas rodoviárias Viação Itapemirim, Empresa Gontijo de Transportes e Empresa Nossa Senhora da Penha dividem a operação neste trecho de aproximadamente 3.127 km, com ótimos veículos e a preços competitivos, podendo sofrer variações conforme as promoções.

A vantagem dos passageiros é ter alternativas ao viajar entre essas duas capitais, algo raro, pois na maioria dos trechos não há tanta concorrência disponível assim. As empresas de ônibus que operam neste trecho atendem cada vez mais uma demanda crescente de passageiros, principalmente por conta das cidades que ficam no percurso e não são atendidas pelas companhias aéreas. O transporte aéreo é o grande concorrente das empresas de ônibus entre Fortaleza x São Paulo, a relação preço e tempo de viagem ainda faz das companhias aéreas ser a opção mais vantajosas. 

Essa linha de ônibus iniciou as suas atividades na década de 1950, quando o Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER), órgão regulador existente entre os anos de 1937 e 2001, concedeu a concessão da linha rodoviária para as empresas 100% do Ceará como; Expresso Fortaleza e Expresso Cearense, fato esse que colocou as duas empresas cearenses entre as mais modernas e bem aparelhadas do país.

Entre as décadas de 60, 70 e 80, houve um grande fluxo migratórios entre os habitantes da região Nordeste com destino às outras regiões do país, sobretudo para o Sudeste. Nesse período fez com que as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro fossem os principais destinos de nordestinos à busca de melhores condições de trabalho e de vida. 

Esse grande fluxo migratório fez com que despertasse a cobiça das poderosas empresas de ônibus sediadas no Sudeste. Ajudadas pelo poder econômico e suas relações com regime militar, fez a Viação Itapemirim ampliar suas operações para a região Nordeste. Na década de 70, a Viação Itapemirim adquiriu as empresas Expresso Cearense e Expresso Fortaleza, fazendo esses empresários a focar apenas nas linhas regionais, o que de fato ocorreu.

A chegada da Viação Itapemirim à capital cearense se deu através da compra da Expresso Fortaleza, uma das empresas que realizava o percurso Fortaleza x São Paulo e Fortaleza x Rio de Janeiro. Um dos diferenciais da Expresso Fortaleza, que pertencia ao Grupo Expresso de Luxo, era que seus ônibus disponibilizavam um serviço diferenciado a bordo de uma frota leito e semi-leito, equipados com bar, toalete, som, poltronas reclináveis e serviços de comissário de bordo. 

A Itapemirim assumiu as linhas em junho de 1973, escalando para o trecho, inclusive os ônibus do tipo Rodonave, os mais modernos e confortáveis da frota naquela época. O percurso Fortaleza-São Paulo era cumprido em 40 horas, utilizando-se sete motoristas, trocados nos pontos de apoio da empresa.

Uma curiosidade na viagem a bordo da Rodonave, era que o passageiro poderia, do próprio ônibus, fazer o seu pedido ao restaurante da empresa, usando o sistema de telefonia interna, que ligava o ônibus aos pontos de apoio. Mais tarde, o comissário de bordo informava ao passageiro o número da mesa na qual era servido no restaurante, reduzindo assim, o tempo da viagem.

Ainda em 1973, a Expresso Cearense, que na época operava com cerca de 40 veículos as linhas Crato x São Paulo, Fortaleza x Rio e Fortaleza x São Paulo, cedeu seu controle acionário para a Viação Itapemirim. Além das linhas regulares partindo de Fortaleza, a empresa passou a disponibilizar ônibus para viagens turísticas e serviços receptivos na cidade.

Cinco anos mais tarde, em 1978, a Itapemirim escolheu a cidade de Fortaleza para o lançamento do Rodonave II, pois era uma das linhas prioritárias para recebê-los. Com apenas 18 lugares, o ônibus tinha ar condicionado, poltronas leito, serviço de bordo com lanches e bebidas, som estéreo com head-fones individuais e toalete químico.

Em 1982, chega ao Ceará a Empresa Nossa Senhora da Penha com seus personalizado Superbus, carroceria desenvolvida pela Tecnobus. A empresa iniciou fazendo algumas linhas paralelas a Viação Itapemirim como; Fortaleza x Salvador, Sobral x Rio de Janeiro e Sobral x São Paulo via Fortaleza. A chegada da Empresa Nossa Senhora da Penha, que naquela época fazia parte do Grupo Itapemirim, muito se deve com o crescimento na participação da Empresa Gontijo de Transportes na região Nordeste.

Na década de 80, a Gontijo acelerou fundo em direção ao Nordeste, procurando principalmente estabelecer uma ligação com São Paulo, e aproveitou uma grande oportunidade. Comprou a Viação Bonfinense, e várias linhas ligando São Paulo ao Nordeste, principalmente á Picos (PI), abrindo definitivamente as portas para um mercado que hoje responde por cerca de 35% do movimento da empresa. No final dos anos 90, a Gontijo inicia as operações da linha Fortaleza x São Paulo via Picos (PI), fazendo uso da BR-020 para chegar até a capital cearense.

A operação da linha Fortaleza x São Paulo nos dias atuais
Hoje as três empresas continuam em plena operação no trecho entre Fortaleza x São Paulo, mas com redução na quantidade de partidas. Hoje, cada uma das empresas de ônibus oferecem aos passageiros três horários semanais rumo a São Paulo, com preços e percursos diferenciados.

Desde de junho de 2017, foi anunciado a compra das operações da Empresa Nossa Senhora da Penha na região Nordeste pela Expresso Guanabara, que está só aguardando a publicação da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), confirmando a transferência das linhas adquiridas. A expectativa é que a Expresso Guanabara até Outubro já tenha assumida essas linhas, ingressando assim nessa disputa por passageiros da Fortaleza x São Paulo, oferecendo preços ainda mais competitivos.

A Empresa Nossa Senhora da Penha oferece três horários semanais, através das linhas em trânsito por São Paulo, ofertando tarifas convidativas, segurança e conforto. O passageiro dessa linha sempre viaja num ônibus tipo semi-leito, com capacidade para transportar 42 passageiros sentados, sistemas de ar condicionado, de áudio e vídeo, toalete e geladeira. Os modelos de ônibus que mais fazem esta operação é os Marcopolo Paradiso G7 1200 com chassi Scania K360IB 6x2 e Mercedes-Benz 0-500 RSD, Busscar Vissta Buss HI com chassi Mercedes-Benz 0-500 RSD e os Mascarello Roma 370 com chassi Scania K360IB 6x2.

Fortaleza x Santos via São Paulo com partidas ás segundas-feira 08:00 da manhã
Tarifa: R$ 425,00
Tempo de viagem: 55 horas

Fortaleza x Pelotas (RS) via São Paulo com partidas ás quartas-feira 08:00 da manhã
Tarifa: R$ 505,00
Tempo de viagem: 55 horas

Sobral x São Paulo via Fortaleza com partidas ás sextas-feira 12:00 da tarde
Tarifa: R$ 425,00
Tempo de viagem: 51 horas

Para a linha entre Fortaleza x São Paulo, a Viação Itapemirim sempre escala ônibus diferenciados dos modelos Busscar Elegance 360 com chassi Volvo B12R e os Vista Buss HI com chassi Mercedes-Benz 0-500 RSD, além disso a linha vem recebendo os modelos Marcopolo Paradiso das gerações G6 e G7 1200 com chassis Mercedes-Benz 0-500 RSD e 0-400 RSD. Todos com 42 poltronas semileito de 1.060 mm de largura e ofertam também sistema de ar-condicionado, calefação, três monitores, áudio individual, e uma configuração interna diferenciada, entre eles o ônibus Marcopolo com dois sanitários (um exclusivo feminino e outro masculino).

Fortaleza x São Paulo com partidas todas as Segundas, Quintas e Sextas-feiras ás 09:30 da manhã
Tarifa: R$ 499,00
Tempo de viagem: 43 horas

A Empresa Gontijo de Transportes opera a linha Fortaleza x São Paulo via Picos (PI) e Petrolina (PE), tendo a sua operação um pouco mais longa, mais com um grande fluxo de passageiros. A frota de ônibus utilizada nesse percurso tem o conforto padrão estabelecido pela empresa com 46 poltronas bem reclináveis, Apoio para as pernas, Toalete e Ar Condicionado, sempre com o chassi Scania K420. Já os modelo de ônibus está distribuídas entre Busscar Jum Buss 360 e os Marcopolos Paradiso gerações VI e VII 1200, tendo alguns deles ostentando a pintura tradicional da Cia. São Geraldo, empresa adquirida pela Gontijo. 

Fortaleza x São Paulo via Picos com partidas todas as Terças, Quintas e Sábados ás 09:00 da manhã
Tarifa: R$ 596,00
 Tempo de viagem: 53 horas

Esperamos que essas informações possa lhe ajudar a conhecer um pouco mais sobre a trajetória dos nosso transporte rodoviário de passageiros, e principalmente orientar aos possíveis passageiros na hora de escolher em qual empresa de ônibus viajar. Desde já o Fortalbus deseja que você caro leitor uma boa viagem!

2 comentários:

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados