quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Sindiônibus bloqueou 1.129 mil carteiras estudantis por uso indevido em Fortaleza

Em agosto desse ano foram bloqueadas pelo Sindicato de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) 1.129 mil carteiras estudantis, de acordo com a entidade a prática é considerada crime de falsidade ideológica e estelionato.

O Sindiônibus possui um sistema de biometria que identifica o rosto de quem está usando o documento e caso esteja sendo usado de forma indevida por outra pessoa o sistema bloqueia automaticamente a carteira de estudante.

Segundo o superintendente do Sindiônibus a quantidade de pessoas que tiram proveito do documento é muito grande por isso o motivo dos bloqueios.

“As carteiras estudantis passaram a ser verificadas através da biometria e diariamente nós estamos vendo inúmeros casos de pessoas que não são estudantes. E volto a dizer que o uso ilicitamente do documento do filho, sobrinho, em muitas situações a claros casos de carteirinhas que são inclusive alugadas para quem as pessoas deixem de pagar o valor da tarifa e desta forma possam ter vantagem financeira pagando a meia tarifa”.

Para desbloquear a carteirinha, o estudante precisa ir até a sede do Sindiônibus. Comprovar que é o dono da carteirinha e assinar um termo que admite o uso indevido do documento. Já sobre o caso de Bruna, o superientende diz que podem abrir uma exceção.
Com informações: O Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados