quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Os momentos finais da Pegasus Transportes no intermunicipal do Ceará

Por Fortalbus
Trazendo como sua marca uma das figuras mais emblemáticas da mitologia grega, o cavalo com asas considerado símbolo da imortalidade, a Empresa Pegasus Transportes atuou no transporte intermunicipal de passageiros no Ceará entre 2004 e 2010, com linhas que ligavam Fortaleza a cidades e praias do litoral oeste do Estado.

Com o encerramento das atividades da Brasileiro Transporte e Turismo em 2004, parte de suas linhas não adquiridas pela Expresso Guanabara foram divididas entre a Litorânea e a própria Pegasus. Cada uma com sua região específica de atuação, a tradicional empresa deixou de herança para a Litorânea a sua identidade visual, já o símbolo que estampavam os executivos da empresa, o cavalo Pegasus, serviu de inspiração para a segunda empresa.

Dentre os ônibus Marcopolo Geração 5 oriundos da Brasileiro e dos novos micros com ar condicionado, duas unidades Busscar também rodaram pela empresa. Estes foram os últimos veículos zeros adquiridos pela Pegasus, incorporados no primeiro semestre de 2009 meses antes da definição do novo modelo de transporte regular do Estado, sistema que tirou a empresa do segmento intermunicipal apenas no ano seguinte.

Com uma nova atualização na pintura, os ônibus Busscar traziam o mesmo amarelo acrescido de mais uma tonalidade, mantendo a mesma figura do cavalo voador característico na identidade visual da empresa. Com os prefixos 510 e 520, tinham chassis Volkswagen 15.190, ar condicionado e banheiro a bordo, apesar do comprimento, além do curioso emplacamento onde o final coincidia com o prefixo, a exemplo dos micros de sua frota.

A aquisição dos veículos trouxe um conforto a mais aos passageiros, principalmente para aqueles que se dirigiam para o destino mais procurado, a cidade de Paracuru. O investimento na aquisição dos modelos El Buss 320 se deu mesmo após alguns problemas financeiros decorrentes da ação do transporte clandestino em linhas como a da Lagoinha, o que obrigou a empresa a suspender o serviço para o destino em 2009.

Com a licitação do transporte intermunicipal de passageiros ocorrida em 2009, a região onde atuava a Pegasus Transporte ficou posicionada dentro do Lote 05, que cobre todas as linhas partindo de Fortaleza para os seguintes destinos: Itapipoca, Miraíma, Acaraú, Santana do Acaraú, Camocim, Paracuru, Canaã, Uruburetama, Trairi, Cemoaba, Moitas, Amontada, Torrões, Jijoca de Jericoacoara, Aranaú, Preá, Guajiru, Mundaú, Trairi e Praia da Baleia.

Mesmo após o resultado da licitação, a Pegasus Transportes continuou operando as linhas por mais de 01 ano, enquanto não era solucionado as pendências licitatórios do lote 05, quando as empresas concorrentes da licitação entraram com recursos. Com todas as pendências resolvidas, inclusive com parecer favorável do Tribunal de Contas do Estado e Procuradoria Geral do Estado. A empresa vencedora de fato do lote 05 assumiu e a Pegasus Transporte foi obrigada a encerrar suas operações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados