Header Ads

ad

Comil fecha o ano com 568 ônibus rodoviários produzidos

Apesar das dificuldades que a Comil Ônibus enfrentou nos últimos anos, contratou em 2017 mais de 50 trabalhadores e hoje gera aproximadamente 1000 empregos diretos. “2017, foi um ano de recomeço, no qual conseguimos repor toda a estratégia da empresa para consolidar a credibilidade da Comil no mercado. 

Neste ano, a empresa colocou todos seus esforços no segmento de ônibus rodoviários e isso se refletiu na produção. Enquanto, historicamente, esse segmento era responsável por 40% da produção, este ano representou 60% do total de ônibus produzidos e esperamos fechar o ano com 568 ônibus rodoviários, um crescimento de 3% com relação ao ano anterior. 

A exportação tem sido uma boa opção para a Comil diante da redução da demanda do mercado interno. Hoje 40% da produção é para exportação. Apesar de a nova legislação ter reduzido a idade média das frotas, obrigando as empresas renovarem as suas, 2018 ainda é de muita incerteza”, diz o presidente da Comil, Deoclécio Corradi.

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.