segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Conheça o clássico da Expresso de Luxo totalmente restaurado

Por Fortalbus
Quem acompanha a história do transporte rodoviário de passageiros, sabe que algumas empresas de ônibus tem trajetórias mais interessantes e mais peculiares entre as tradicionais empresas. Para relembrar um pouco da história do lendário Expresso de Luxo, um fá resolveu recriar parte dessa trajetória num modelo Marcopolo Viaggio G4, com poltronas leito, de prefixo 212.

O veículo restaurado representa apenas uma forma de reviver a pintura e os bons tempos vividos pela empresa, por conta disso não seguiu a risca um detalhe; na frota oficial da Expresso de Luxo o carro de prefixo 212, era um Ciferal Líder com mecânica Cummins.

Tirando essa diferença, o veículo  apresenta um bom estado de conservação, sendo motivo de encher os olhos de qualquer viajante, profissional que trabalhou ou admirador do acervo histórico desta empresa tão pioneira e importante na época para desenvolvimento regional.

A Expresso de Luxo encerrou suas atividades em 1992, dando espaço para o surgimento da Expresso Guanabara S/A que acabou recebendo o direito de operar 16 linhas e parte dos 111 ônibus com chassi Scania deixada pela empresa. De lá para cá, a Guanabara cresceu muito, mas nunca deixou de relembrar suas raízes que fizeram alcançar a liderança na Região Nordeste.

A Expresso de Luxo foi fundada em 1950, pelos irmãos Raimundo de Paula Joca e José de Paula Joca, nascendo apenas com duas camionetes Fargo com capacidade de 15 a 17 passageiros, que faziam o percurso entre Fortaleza e Recife, numa estrada carroçável, viagem difícil e duradoura. Com o passar do tempo a empresa foi crescendo e ampliava suas ligação de Fortaleza com outras importantes cidades nordestinas.

Com muito empenho de seus fundadores e funcionários, diante de todas as dificuldades, a Expresso de Luxo cresceu e se tornou uma gigante do nordeste, conquistando a preferência de seus usuários, pioneira nos mais diferentes aspectos relacionados ao transporte rodoviário. Foi ela a primeira a patrocinar a reciclagem dos seus motoristas, com cursos de direção defensiva e relacionamento com o público. 

Pioneira também com o serviço de “corujões”, ônibus que viajam preferencialmente à noite proporcionando maior conforto aos passageiros devido à menor temperatura ambiente. Motoristas educados e rodomoças especialmente treinadas, tripulando veículos de primeira categoria, com ar-condicionado e música-ambiente, transportavam os passageiros com conforto e segurança pelas estradas nordestinas.

Um comentário:

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados