quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Após 20 anos, Expresso Metropolitano pode deixar de operar

Por Valfredo Silva
Uma decisão previamente divulgada nesta terça-feira (06) deixará os usuários do transporte metropolitano entre os municípios de Simões Filho e Salvador completamente surpresos. De acordo com informações de uma reunião realizada entre o Grupo Evangelista, que administra a empresa Expresso Metropolitano, ficou decidido que o grupo não prestará mais os serviços.

A decisão deverá ser oficialmente comunicada a Prefeitura de Simões Filho e a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transporte e Comunicações da Bahia (Agerba) nas próximas horas.

O motivo que pode ter levado o grupo a abandonar o antigo contrato de prestação de serviço é a integração com o sistema de transporte urbano da capital baiana, tendo em vista que, após a integração a empresa precisou reduzir a frota de veículos de 120 para 53 ônibus.

Outra situação que provavelmente contribuiu com a decisão é a circulação dos clandestinos, que atuam na cidade de Simões Filho sem qualquer tipo de fiscalização. Atualmente, todos os roteiros cumpridos pela Expresso Metropolitano são alternativamente oferecidos por vans e microônibus que, mesmo sem permissão, circulam no município.

A Expresso Metropolitano realiza o transporte público intermunicipal em Simões Filho há mais de 20 anos, em regime de exclusividade. Porém, desde que as mudanças nos roteiros foram iniciadas, o apelo popular para que a empresa seja substituída passou a fazer parte da rotina dos passageiros.

Por causa da decisão, a empresa deverá estipular um prazo mínimo para rescindir o contrato de serviço e um processo administrativo para a contratação de uma nova empresa deve ser executado através de licitação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados