Header Ads

ad

Linha turística de Fortaleza tem duas empresas de ônibus interessadas

Duas empresas apresentaram propostas à Prefeitura de Fortaleza, na última terça-feira (27), para operar, em caráter experimental, o ônibus turístico com dois andares na modalidade Hop On Hop Off nos principais pontos de interesse para os visitantes de Fortaleza. Conforme foi apurado, uma das empresas interessadas não teria comprovado experiência no serviço e, após julgada inabilitada, teria entrado com recurso contra a decisão.

A outra empresa seria a Filuca Turismo e Transporte, que opera desde o ano de 2007 um serviço similar em Salvador, na Bahia, e que venceu chamamento público para operar a linha turística de Recife.

Início
De acordo com a imprensa local, o serviço na capital pernambucana, que tinha sido prometido para a Copa do Mundo realizada no Brasil, no ano de 2014, foi adiado pela quarta vez na semana passada "diante da necessidade de ajustes dos equipamentos pela empresa contratada" e só entrará em operação em abril deste ano.

Aqui no Ceará, a expectativa é que a linha turística de ônibus comece a operar em maio, ainda a tempo de atender os primeiros passageiros dos voos da Air France-KLM provenientes de Paris, na França, e de Amsterdã, na Holanda, que pousarão em Fortaleza a partir de 4 de maio. O resultado do chamamento público realizado pela Prefeitura de Fortaleza deve sair ainda na primeira quinzena deste mês de março.

Requisitos
Conforme o edital, para realizar o percurso serão necessários no mínimo dois veículos modelo Viale Double Decker Sunny, com dois andares, equipados com ar-condicionado no nível inferior e capota retrátil no nível superior, além de possuir capacidade para 67 passageiros (12 embaixo e 55 em cima). Os veículos também devem possuir sistema de som com tradução simultânea em sete idiomas.

Tarifa
Por se tratar de um serviço remunerado pela tarifa, a ideia é cobrar os usuários da linha pelo uso livre dos ônibus pelo período de 24 horas (hop on hop off signica, em tradução livre, entre e saia). A vencedora da licitação deverá formular a tarifa, mas a Prefeitura sugere que o custo do bilhete seja de R$ 40. Existente em várias capitais do mundo, como Londres e Nova York, a ideia é que os turistas que usufruam do serviço possam descer nas paradas para conhecer o local a pé e, algum tempo depois, pegar outro ônibus da linha para seguir para outro ponto turístico com a mesma passagem.

Itinerário
Com início e fim na Praça da Estação, no Centro, a Linha Turística passará pelos principais pontos turísticos da zona hoteleira e do centro histórico, com paradas no Dragão do Mar, Boteco Praia, Feirinha da Beira Mar, Mercado dos Peixes, Praça Portugal, Museu da Fotografia, Estoril e Mercado Central. Os locais poderão sofrer alterações de acordo com o interesse e a conveniência da Prefeitura. 

Os pontos de embarque e desembarque deverão ter identidade visual própria diferente dos atuais pontos de parada utilizados no sistema de transporte público de Fortaleza, com coberta para proteção de intempéries; quadro informativo com localização do ponto, mapa da linha e horários de saídas; e sistema de informações ao turista em português e em outras línguas. A identidade visual de todos os elementos ficará a cargo da empresa vencer.
Com informações: Diário do Nordeste

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.