segunda-feira, 26 de março de 2018

Viaje na trajetória e nas operações da Empresa Braga

Por Fortalbus
Durante a década de 90, surgiu uma nova empresa de ônibus que iniciava suas operações rodoviárias partindo de Fortaleza-CE para alguns destinos até então erram poucos procurados e concorridos. A Braga Transporte e Turismo era um braço operacional ligada a uma empresa Renovadora de Pneus chamada "Renobraga". Aproveitando essa expertise de mercado, a Empresa Braga viu uma oportunidade de conquistar espaço no ramo de transporte rodoviários, através do Turismo e em seguida nas linhas interestadual.  

O foco principal era começar atuando em linhas que não tinham grandes demandas de passageiros, mas que operavam por meio de autorização operacional por trecho concedida pelo órgão federal na época. Durante sua curta trajetória, a Empresa Braga operou duas linhas rodoviárias; Fortaleza x Palmas e Fortaleza x Aracaju via Maceió.

A linha Fortaleza x Palmas operava itinerários diferentes conforme o dia de partida, uma rota era via Teresina/Imperatriz e a outra por Picos/Barreiras. Essa linha foi operada por alguns anos pela Empresa Braga, mas com passar do tempo outras empresas chegaram a operar esse trecho por um curto espaço de tempo tipo; Real Maia, Pantanal, Montes Belos e Kajiva.

Agora a linha Fortaleza x Aracaju via Maceió antes de ser licitada, sempre foi operada pela Empresa Braga, tanto que sua partida nesse trecho era diária, tamanho era os vários seccionamentos atendidos por essa linha. Em alguns dias, dependendo da venda de passagens, a Braga prolongava sua rota além de Aracaju, chegando a atender as cidades sergipanas como Tobias Barreto e Estância. 

Durante os anos de operação da Braga Transporte e Turismo que ocorreu entre 1994 e 2001, a empresa contou com poucos Ônibus para realizar essas operações. Sua frota era composta por ônibus do modelo Marcopolo Viaggio G4 1100, Paradiso GV 1150 e Comil Gallegiante 3.60 que ostentavam os chassis Mercedes-Benz, Scania e Volvo. Outro destaque na frota da Braga era os prefixos dos ônibus que seguia uma sequência numérica; 3010, 3020, 3030, 3040, 3050, 3060, 3070 e 3080.

Em 2001, foi criada a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), uma nova autarquia federal para regular, fiscalizar e licitar linhas interestadual de ônibus. Nesse mesmo ano a ANTT realizou a primeira licitação com algumas linhas que estavam operando com as concessões vencidas entre elas a Fortaleza x Palmas e Fortaleza x Aracaju via Maceió.

No processo de licitação concorreram e saíram vencedoras as empresas Transbrasiliana Transporte e Turismo para operar a Fortaleza x Palmas via Teresina e a Expresso Guanabara para operar a Fortaleza x Aracaju via Maceió. Esse fato acabou fazendo a Empresa Braga decidir pelo encerramento de suas operações no transporte de passageiros e se dedicar apenas no ramo de pneus em Fortaleza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados