domingo, 13 de maio de 2018

Programador usa conhecimentos em robótica para criar miniatura de ônibus

Formado em ciência da computação há 13 anos, José Roberto Santos, 41, tem uma empresa de construção de websites em Curitiba (PR). Mas o que ele queria mesmo era trabalhar com programação e robótica. O que ele não imaginava é que o atalho para estruturar esse plano seria produzir e vender modelos de miniatura de ônibus.

Com pouca demanda de trabalho, dificuldade para encontrar emprego fixo e queda na renda familiar, Santos decidiu fazer um ônibus de PVC vermelho para dar ao sobrinho de aniversário, economizando com presente, no final do ano passado.

Bastou ele publicar a miniatura nas redes sociais para receber pedidos de todo o Brasil. "Quando vi que o pessoal gostou, eu fiquei realmente doido, porque, além de ser louco por ônibus, descobri que seria uma oportunidade de agregar meu conhecimento de robótica no brinquedo e ainda ganhar dinheiro", recorda.

Em janeiro deste ano, o programador criou a RS Miniatura para vender suas criações e também iniciou a produção de novos modelos com tecnologia embutida. Entre as opções estão faróis e lanternas, portas que abrem e fecham e movimento por controle remoto.

Segundo o programador, o futuro das miniaturas reserva ainda mais novidades em inovação, com base em pesquisas e tentativas. "Quero agora colocar câmera em alguns ônibus e aprimorar a produção com uma impressora 3D que estou montando", destaca ele, que afirma nunca ter feito curso de robótica e elétrica.

Para produzir um ônibus, o artesão leva de um dia (modelo simples) a duas semanas  (veículo completo com controle remoto e luzes). Somente neste mês, ele recebeu seis pedidos. As miniaturas custam a partir de R$ 150 e variam conforme aparatos de tecnologia são adicionados. 
Com informações: Coisas mais criativas do mundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados