Header Ads

ad

Com diesel mais barato, passageiros querem que passagem de ônibus seja reduzida

Com a redução do preço do óleo diesel em R$ 0,46 para todo o Brasil, passageiros de ônibus começaram a cobrar uma redução no preço da tarifa. De acordo com a Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos, o diesel é o segundo item que mais pesa no orçamento do setor: cerca de 20% do custo das companhias, atrás apenas da mão de obra e dos salários.

Entre as capitais, apenas no Rio de Janeiro e Porto Alegre a possibilidade de revisão no preço é admitida, mas sem qualquer promessa. Em São Paulo, Curitiba e Belo Horizonte serão realizadas reuniões para tratar do assunto, envolvendo a gestão pública e empresários, mas sem garantia de mudanças.

Já em Brasília, Vitória, Salvador, Fortaleza, João Pessoa e Manaus, a possibilidade de queda no preço da tarifa dos coletivos está descartada, mas o desconto servirá para o cálculo anual de reajuste da tarifa.

Na última sexta-feira, a passagem subiu no Rio de Janeiro, de R$ 3,60 para R$ 3,95, mas o prefeito Marcelo Crivella prometeu que uma redução será discutida se a Assembleia Legislativa aprovar o corte no ICMS para o diesel no estado.

Administrando o maior sistema de transporte público do Brasil, a Prefeitura São Paulo afirma que vai debater o assunto com empresários do setor. Mas qualquer mudança no valor da passagem, atualmente em R$ 4,00, não deve acontecer em um curto período.

O secretário municipal de Mobilidade e Transportes ressalta que a queda no preço do diesel vai durar apenas 2 meses; depois, a Petrobras fará revisões mensais no valor. Em entrevista, João Otaviano acrescentou que é preciso cautela para evitar decisões apressadas com potencial para, no futuro, prejudicar os passageiros.
Com informações: Band News 

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.