quarta-feira, 6 de junho de 2018

Viação Sampaio comemora 55 anos cultivando seus valores

Exemplos desses valores são os azulejos sempre presentes nos casarões das grandes fazendas que promoveram o ciclo do café, marcando a economia das cidades da região e moldando o passado da colonização portuguesa do Rio de Janeiro e do Vale do Paraíba – eixo principal das operações da Viação Sampaio, e que agora aparecem de forma estilizada na pintura de novos carros. 

Outro exemplo é o das abelhas em polinização, tema que também remete ao eixo geográfico de atuação da Sampaio, a lembrar que o Rio de Janeiro foi o primeiro lar para as abelhas melíferas trazidas da Europa, e também pelo fato de que a apicultura traduz valores que a Sampaio procura ressaltar, presentes no tripé da sustentabilidade social, econômica e ambiental. 

Social como alternativa de trabalho para a população local, econômica por proporcionar mobilidade e geração de renda para o Vale do Paraíba e, finalmente, ambiental pelo absoluto respeito tributado pela companhia ao meio ambiente.

As pinturas ostentadas pelos novos ônibus também podem ser entendidas como um convite da empresa aos seus passageiros para viajarem em temas que marcaram os 55 anos da Sampaio até aqui e, hoje, ajudam a projetar o seu futuro.

Cinquenta e cinco anos atrás, a Sampaio surgiu como uma alternativa de ligação entre municípios paulistas e fluminenses que formam o Vale do Rio Paraíba do Sul. Na época, seus fundadores souberam vislumbrar e conceber um negócio calcado nas necessidades dos locais em termos da mobilidade, negócio esse que viria estimular um vigoroso intercâmbio comercial e cultural em toda a região.

Foi também o momento em que a Companhia Siderúrgica Nacional, CSN, implementada em Volta Redonda-RJ, alcançava sua plena produção, contribuindo decisivamente para consolidar a primeira ligação operada pela empresa, que foi o eixo Volta Redonda-RJ x Aparecida-SP.

E assim a Viação Sampaio pôde iniciar, logo em seguida, a estruturação do plano de negócios e a expansão dos mercados de atuação. Data dessa época a incorporação das novas ligações da capital do Rio de Janeiro até São José dos Campos-SP, Aparecida-SP e Pindamonhangaba-SP. Seguiram-se as ligações com Jacareí-SP, Mogi das Cruzes-SP e Campos do Jordão-SP.

A sensibilidade da empresa em relação às mudanças de comportamento das comunidades atendidas, e a valorização de sua herança cultural, sempre nortearam a Sampaio e lhe permitiram estabelecer uma relação de confiança com esses mercados. Prova disso é que sucessões, alterações societárias ou mudanças de identidade visual jamais enfraqueceram a empatia estabelecida entre os clientes e a marca; ao contrário, favoreceram a avaliação de novos mercados, como o do Sul de Minas, onde a operadora chegou em 2014.

Ao ter presentes esses valores e aspectos históricos, a Viação Sampaio mira também seus desafios para as próximas décadas, tais como manter o compromisso com o desenvolvimento sustentável e as inovações tecnológicas. Tais desafios estão representados nos temas reproduzidos nos ônibus Double Decker da frota 2018.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados