Header Ads

ad

A entrada e saída da Via Máxima do transporte urbano de Fortaleza

Por Fortalbus
A Empresa foi fundada no dia 21 de março de 1966, com o nome de Companhia Industrial de Transportes Ltda. - Cialtra, pelos sócios Hermínio Mendes Cavaleiro (Diretor Superintendente) e José Midauar (Diretor Industrial). O objetivo da Empresa Cialtra era a exploração da indústria de transportes coletivos de passageiros, transportes em geral, consertos e montagens e outras atividades complementares. O nome "industrial" vinha daí; na época a empresa adquiria apenas o chassi de ônibus, sendo a carroceria confeccionada no próprio estabelecimento. 

A Empresa mudaria de mãos em 30 de junho de 1971, com os senhores Raimundo Adjacir Cidrão Oliveira (Diretor Presidente) e José Cidrão Oliveira (Diretor Superintendente) assumindo o controle acionáro e operacional. A diretoria sofreria nova alteração no dia 02 de Maio de 1973, com a Cialtra funcionando sob as ordens dos senhores Armando José Sales Sampaio (Diretor Presidente) e Caetano de Paula Bayma (Diretor Superintendente). 

Em julho de 1977, a Cialtra mudaria de nome e objetivos. A Companhia Industrial de Transportes Ltda, passaria a chamar-se Cialtra Empresa de Transportes Ltda, explorando apenas o transporte coletivo de passageiros. Em 07 de outubro de 1985, a Empresa é comprada pelo grupo mineiro composto pelos sócios Dimas José da Silva, Antônio Carlos Lassi Lopes, Vergniaud Lassi Lopes e Luís Eustáquio Rodrigues.

Finalmente, em 01 de Agosto de 1998, após a cisão da Cialtra, nasceu duas empresas de ônibus, a Auto Viação São Judas Tadeu e a Via Máxima Ltda, tendo essa última herdada o código "04" no prefixo de sua frota. A Via Máxima era composta pelos sócios: Dimas José da Silva, Ronaldo José da Silva e Vera Maria da Silva. 

O nome Via Máxima surgiu da combinação entre os sócios de modo a que se desse preferência para nomes positivos e originais. Assim, procurando sinônimos para caminho foi encontrado "Via", e sinônimos para melhor encontrou-se "Máxima". Assim, estava criado o nome Via Máxima, que até então se explicava como "Caminho Melhor".

Entre 1998 e 2010, os ônibus da Via Máxima configurou uma excelência na prestação de seus serviços, sendo destacada pela conservação e renovação da frota no cenário urbano, com a proposta de se tornar sinônimo de resistência e funcionalidade no mercado do transporte coletivo de Fortaleza, e antenada sempre com a tecnologia e modernidade para seus 93 veículos.

Após 12 anos de operações, a Via Máxima deixou de atuar no sistema urbano de Fortaleza, e passou por um processo de fusão com a Auto Viação São José S/A no dia 01 de Fevereiro de 2010. Nesta fusão, a Auto Viação São José passou a contar com a segunda maior frota de ônibus urbanos em atuação em Fortaleza, trazendo melhoria aos serviços oferecidos aos usuários.

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.