terça-feira, 4 de setembro de 2018

Jubileu de prata para Volksbus no Brasil

O transporte coletivo de passageiros sobre rodas nas cidades surgiu no mundo em Paris, no século 17. O criador do novo meio de locomoção das pessoas foi o matemático Blaise Pascal, mais conhecido por seus teoremas matemáticos. No Brasil, o transporte de passageiros por ônibus começou com a chegada de D. João VI, em 1808. Numa fase mais recente, mas nem por isso menos marcante, há 25 anos, houve outro momento na história dos ônibus no país: o lançamento da Volksbus, a linha de chassis de ônibus Volkswagen.

Os primeiros modelos de chassis Volksbus começaram a ser montados na fábrica da Volks do Ipiranga, bairro de São Paulo, a primeira unidade da Volkswagen no Brasil, inaugurada na década de 50. E, desde 1993, os chassis Volksbus, que são dotados de engenharia 100% brasileira, são conhecidos no mercado por sua robustez, alta tecnologia e confiança para frotistas e cooperativas. “O Brasil é um dos principais mercados de ônibus do mundo. Aqui nasceu a marca Volksbus e é uma honra desenvolver e exportar veículos feitos em nosso centro mundial, sediado em Resende (RJ) para mais de 30 países”, afirma Roberto Cortes, presidente e CEO da MAN Latin America.

O primeiro chassi Volksbus lançou no mercado um padrão que previa um capô com isolamento acústico e térmico nos modelos com motor dianteiro. Esse chassi pioneiro, o 16.180 CO, marcou o início de uma nova era no transporte de passageiros no Brasil. Desde o começo das operações, a montadora se preocupou com aplicação de tecnologia de vanguarda para garantir eficiência aliada ao conforto dos motoristas e passageiros.

A Volksbus inovou com a transmissão automatizada, que inaugurou uma nova fase de conforto ao motorista de ônibus, com correções automáticas de eventuais erros de operação. “Sempre nos preocupamos em ir além das exigências de legislação para estar na vanguarda, com um time de engenharia 100% brasileiro e com experiência na operação de ônibus”, diz Mauro Simões, gerente-executivo de conceituação e engenharia, que participa dos projetos da Volkswagen em ônibus desde o primeiro modelo. “O principal desejo do passageiro é chegar mais rapidamente ao seu destino, e garantimos isso de diferentes formas com nossos chassis Volksbus”, completa o executivo.

Novo modelo celebra os 25 anos
Atualmente fabricados em Resende (RJ) e Querétaro, no México, a família Volksbus celebra os marcos de toda a sua história ao longo de mais de duas décadas. Para comemorar os 25 anos, chega ao mercado o modelo micro 9.160, agora Urban, com configuração mais robusta e que atende a severas condições de utilização, principalmente nas periferias de grandes metrópoles.

O Voksbus 9.160 Urban é uma versão aprimorada de seu antecessor, o Plus. Entre as novidades, o peso bruto total (PBT) passa de 9,2 para 9,4 toneladas, que o torna ainda mais resistente para o dia a dia nas vias de circulação. A mola traseira também recebeu um reforço, o que garante maior conforto dos passageiros. Outra vantagem é o novo suporte do amortecedor, que facilita eventuais reparos e aumenta a disponibilidade do veículo em operação. O Voksbus 9.160 Urban está disponível com entre-eixos de 4.300 mm para aplicação urbana e 4.500 mm para aplicações fretamento e turismo, com instalação de carrocerias de até 9 metros.

Para garantir o desempenho e a segurança dos usuários, realizaram-se testes exaustivos no novo modelo Volksbus. Para ter uma ideia, foram percorridos mais de 50 mil quilômetros em condições que simulam viagens mais agressivas em ruas precárias, como as da periferia de São Paulo, para validar o melhor custo-benefício aos clientes.

“Nosso objetivo com o novo modelo é conferir ainda mais atrativos para os clientes”, afirma Jorge Carrer, gerente-executivo de vendas de ônibus da MAN Latin America, fabricante das marcas Volkswagen Caminhões e Ônibus e MAN. Segundo ele, a linha Volkswagen teve desempenho superior à média do mercado de ônibus em 2017. Enquanto as vendas brasileiras cresceram por volta de 5% no ano passado, a Volksbus vendeu 21% mais chassis em comparação com o ano anterior.
Com informações: Estradão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados