Header Ads

ad

Conheça as barreiras para conter pessoas que não pagam passagem nas Estações-tubo de Curitiba

Grades metálicas serão instaladas nas portas das estações-tubo de Curitiba na tentativa de evitar a ação dos fura-catracas – passageiros que não pagam a tarifa do transporte coletivo em Curitiba. O anúncio foi feito pelo prefeito Rafael Greca na manhã desta quarta-feira (17) em um post no Facebook.

Atualmente, o prejuízo anual com os fura-catracas nas estações-tubo de Curitiba chega a R$ 6 milhões – o equivalente ao valor de cinco biarticulados que poderiam ser adquiridos, segundo o Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Setransp).

De acordo com o prefeito, a barreira será implantada inicialmente nas cinco estações-tubo que atendem a linha Ligeirinho Centenário. O sistema consistirá em uma proteção metálica, uma rampa niveladora para alinhamento da estação-tubo e ainda um tubo balizador para o ônibus.

Sensores serão instalados em cada uma das estações para impedir a abertura da porta quando algum pedestre estiver em frente à estação. Atualmente, as portas se abrem nestas condições, o que facilita a ação de pessoas que não querem pagar a passagem.
Com informações: Tribuna do Paraná

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.