Header Ads

ad

Mercedes-Benz renova frota de Curitiba com 121 ônibus urbanos

Novos ônibus urbanos Mercedes-Benz vão fazer parte da frota de Curitiba (PR): a montadora acaba de fechar a venda de um lote com 121 chassis dos modelos OF 1519, OF 1721, O 500 MA articulado e O 500 MDA superarticulado para empresas que operam no transporte público e metropolitano. Eles rodarão em linhas dos sistemas alimentador, convencional, interbairros, linha direta e expresso (canaleta).

Foram 34 unidades para a Auto Viação Redentor, sete para a Auto Viação Santo Antônio, 43 para o Transporte Coletivo Glória e os demais 37 para a Viação Cidade Sorriso. Os veículos serão encarroçados e as cem primeiras unidades serão entregues ainda este ano com os demais sendo entregues até fevereiro de 2019.

“Depois de seis anos, as operadoras do sistema de transporte coletivo de Curitiba estão voltando a renovar suas frotas, podendo melhorar a qualidade do serviço prestado a cerca de 730 mil passageiros por dia”, diz o presidente da Viação Cidade Sorriso, Mauricio Gulin, que também é presidente da Setransp, o sindicato das empresas de ônibus de Curitiba e região. “A partir de agora, nossa expectativa é realizar renovações de frota anualmente”, completa.

De acordo com dados da Setransp, a Mercedes-Benz tem participação de 55% na frota total das empresas que compõem os consórcios que operam em Curitiba, hoje formada por 1.650 ônibus urbanos.

“Essa venda nos traz uma grande satisfação, porque estamos ampliando de forma expressiva a nossa presença no sistema de transporte coletivo de Curitiba, que é uma referência para o País e para grandes cidades em todo o mundo”, diz o diretor de vendas e marketing para ônibus Mercedes-Benz, Walter Barbosa.

O executivo também comemora o desempenho das vendas da marca no mercado nacional de ônibus, que cresceu 30% até setembro com relação ao mesmo período do ano passado, para mais de 5,5 mil unidades. Entre os urbanos, a marca emplacou 3.508 unidades e nos rodoviários, 1.448.

“As renovações e ampliações de frota estão puxando as vendas, tanto no segmento urbano como no rodoviário”, conclui.
Com informações: Automotive Business

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.