Header Ads

ad

Fortaleza terá ônibus urbano com combustível gerado a partir de lixo

Fortaleza terá linha de transporte público com biometano, circulando em período de testes, em 2019. O anúncio foi feito pelo prefeito Roberto Cláudio (PDT), que participou da cerimônia de abertura da 7ª edição do evento Semanas da Inovação Suécia-Brasil, nesta segunda-feira, 19.

O biometano é um biocombustível gasoso oriundo do processamento do biogás, que é gerado a partir da decomposição de resíduos orgânicos. No encontro, que foi realizado no auditório da Companhia de Gás do Ceará (Cegás), foi discutido a implementação de iniciativas sustentáveis no transporte público de Fortaleza.

Segundo o prefeito Roberto Cláudio (PDT), a oscilação do preço do diesel é o que mais influencia a tarifa de ônibus. Ele disse que, diminuindo a dependência do preço desse combustível, será possível trabalhar tarifas mais "democráticas".

Além do chefe do Executivo municipal, participaram do evento a vice-governadora do Estado, Izolda Cela, o vice-ministro da Indústria e Tecnologia da Suécia, Niklas Johansson, o embaixador da Suécia no Brasil, Per-Arne Hjelmborn e o diretor-presidente da Cegás, Hugo Figueiredo.

Na ocasião, o representante da Cegás ressaltou que espera expandir a parceria com a Prefeitura do Município para o transporte público. A companhia possui um programa de injeção de Gás Natural Renovável (GNR) proveniente do lixo que, segundo Hugo Figueiredo, representa cerca de 15% do volume consumido por clientes residenciais, industriais e veiculares.
Com informações: O Povo

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.