Header Ads

ad

Polêmica dos ônibus sem cobradores em Fortaleza tem novos capítulos

"Só passe card ou carteirinha com crédito". É o que muitos passageiros têm ouvido ao subir em linhas de ônibus que não aceitam pagamento da passagem em dinheiro. Sem cobrador, linhas de ônibus que aceitam apenas crédito eletrônico para pagamento têm ganhado um novo personagem no trajeto: um funcionário só para avisar a novidade.

No último dia 30, um membro da equipe do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) foi flagrado espalhando a notícia nas paradas de ônibus de Fortaleza. Ele estava na linha 174 - Antônio Bezerra/Unifor II. O veículo sai do Terminal do Antônio Bezerra e passa por bairros como Presidente Kennedy, São Gerardo, Jacarecanga, Cocó e Dionísio Torres.

De acordo com o Sindiônibus, a equipe acompanha todo o trajeto da linha por três dias sempre que o ônibus vai iniciar a operação, levando informações aos usuários. No entanto, conforme apuramos, a ação informativa continua sendo feita na mesma linha duas semanas após o primeiro flagra. 

Há 14 linhas de ônibus hoje em Fortaleza que aceitam apenas crédito eletrônico e fazem o mesmo percurso que as linhas tradicionais. Outras 29 linhas dividem a frota entre recebimento em dinheiro e apenas crédito eletrônico. Ao todo, são 43 no formato.

Levantamento do sindicato aponta que, nas linhas escolhidas para a nova política, pelo menos 70% dos passageiros já não usam mais dinheiro para pagar a passagem do transporte coletivo. A iniciativa é da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP). Procurados, a pasta e a Etufor não falam sobre a ação.

Nas linhas com pagamento exclusivo por crédito, são aceitos: Bilhete Único, Vale-Transporte Eletrônico Benefício, Vale-Transporte Eletrônico Avulso, Carteira de Estudante com crédito, Cartão do Idoso e outros cartões gratuidades emitidos pela Etufor.

A mudança não é uma unanimidade positiva. O Alô Sindiônibus registrou nove reclamações por telefone. Outras três pessoas ligaram pedindo informações e mais três entraram em contato para registrar sugestões sobre a ação. Ainda conforme o Sindicato, o projeto não resultou em nenhuma mudança no processo de embarque e desembarque dos veículos. 

Questionado se a ação teria resultado na demissão de cobradores, o Sindiônibus informou ainda que nenhuma demissão ocorreu além da “rotatividade normal, que sempre houve, sem maiores impactos”. 

Linhas com pagamento eletrônico exclusivo 

124 - Antônio Bezerra/ Lagoa/ Unifor
129 - Parangaba/ Náutico II
138 - Parangaba/ Papicu II
141 - Parangaba/ Oliveira Paiva/ Papicu
144 - Parangaba/ Papicu/ Via Montese II
145 - Conjunto Ceará/ Papicu/ Via Montese II
150 - Siqueira/ Papicu/ Washington Soares
166 - Parangaba/ Papicu/ Aeroporto II
174 - Antônio Bezerra/ Unifor
175 - Campus do Pici/ Unifor II
177 - Parangaba/ Mucuripe
192 - Antônio Bezerra/ Papicu/ Praia de Iracema
199 - Siqueira/ Mucuripe/ Barão de Studart
300 - Siqueira/ Centro

O Alô Sindiônibus recebe críticas e sugestões pelo (85) 4005 0956. 
Com informações: O Povo

3 comentários:

  1. E o 629 CONJ.Palmeiras - PERIMETRAL TAMBÉM SÓ ACEITA COM O CARTÃO COM CRÉDITO

    ResponderExcluir
  2. Vamos ser sincero sindionibus, é lógico que vai dar demissão em massa, não vamos faltar com a verdade.

    ResponderExcluir
  3. Só denunciar no DECON / PROCON. A prática dessa cobrança é enquadrada como contravenção penal.

    ResponderExcluir

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.