Header Ads

ad

Adesivos nos ônibus alertam os pontos cegos não visualizados pelo retrovisor

Por Fortalbus
Em pouco mais de quatro meses, os ônibus que fazem parte do transporte urbano de Fortaleza estão circulando com adesivos nas laterais e traseiras dos veículos, indicando pontos cegos para os motoqueiros, ciclistas e pedestres, garantindo, assim, um trânsito mais seguro para todos. 

Esses pontos cegos são aquelas regiões que o motorista do ônibus não consegue visualizar pelo retrovisor, fazendo com que o condutor perca a visibilidade do que está ao seu redor. Isso significa que um carro pode até ser visto pelo condutor de ônibus, mas uma motocicleta ou uma bicicleta, não. Essa iniciativa visa diminuir o número de acidentes causados pela falta de atenção dos condutores e pedestres no atritos com os ônibus que circulam pela capital cearense. 

As zonas de risco no entorno dos ônibus são quatro: as partes dianteira e traseira e os lados direito e esquerdo. Cada área exige um cuidado especial, mas a que apresenta maior perigo é a do lado direito. Por conta da distância em relação ao condutor, essa região oferece pouca visibilidade, principalmente quando o outro veículo se aproxima da cabine. Nos casos em que um carro faz uma ultrapassagem perigosa pela direita, por exemplo, a chance de ocorrer uma colisão é grande.

Entre as empresas de ônibus do Sistema Integrado de Transporte em Fortaleza, a Auto Viação Dragão do Mar é uma das operadoras que mais vem conscientizando seus colaboradores sobre a atenção na condução dos veículos sem gerar acidentes, através de treinamentos, palestras e redes sociais.

A Dragão do Mar opera há mais de 15 anos com tratamento de excelência no transporte urbano de Fortaleza, com uma frota de 222 ônibus que atendem 45 linhas, entre elas as maiores do sistema.

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.