Header Ads

ad

Embarque na fascinante história da Companhia São Geraldo na região Nordeste

Por Fortalbus
Na trajetória da Companhia São Geraldo de Viação S/A houve muitos momentos significativos para o setor rodoviário de transporte de passageiros no Brasil. Por exemplo, a criação dos serviços executivo, semi-leito e leito, certificações de qualidade, central de atendimento para clientes, venda de passagens por telefone e internet, tv a bordo, implantação de novos guichês em terminais rodoviários, além dos serviços e atendimentos mais humano e personalizado entre outros exemplos.

Muitos desses itens oferecidos pela Companhia São Geraldo de Viação S/A eram desconhecidos para uma parcela dos passageiros na região Nordeste, entre as décadas de 70, 80 e 90. Mas, conforme a São Geraldo iniciava sua expansão e adquiria linhas para região, os viajantes foram percebendo e desfrutando de um diferencial.

A chegada da Companhia São Geraldo de Viação S/A no Nordeste, ocorreu através da ligação das principais cidades baianas (Salvador, Feira de Santana, Jequié, Vitória da Conquista, Ilhéus, Itabuna) a Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo, ganhando uma dimensão nacional.

A expansão prosseguiu, desta vez rumo a outros estados nordestinos como Piauí, Alagoas, Sergipe, Paraíba, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Ceará, além do Rio de Janeiro, São Paulo e no próprio estado de Minas Gerais. 

Através das concorrências públicas federais, a Companhia São Geraldo de Viação conquistou numerosas linhas ligando algumas das principais cidades do Nordeste, foi aí, que iniciou as operações das linhas; Salvador x Belo Horizonte, Salvador x Teresina, Salvador x Natal, Aracaju x Natal e João Pessoa x Maceió.

Durante a década de 1970, a diretoria da Companhia São Geraldo de Viação comprou várias empresas de ônibus, como foi o caso da Central Bahia, Expresso Pernambucano, Vera Cruz, Rodoviária de Alagoas, Viação Alvorada, Nossa Senhora Aparecida e Ipu Brasília. 

Foi justamente, através da compra do trecho Fortaleza x Belo Horizonte operado pela Expresso Ipú Brasília S/A, que a  Companhia São Geraldo de Viação chegou ao Ceará.

Nos anos 80, a Companhia São Geraldo já prestava atendimento em quase todo o Nordeste, de Fortaleza a Belo Horizonte, de Natal, João Pessoa, Recife, Maceió, Aracaju, Salvador, Feira de Santana, Ilhéus e Porto Seguro para Rio e São Paulo.

Durante a década de 90, a Companhia São Geraldo passou por nova transformação, adotando um sistema de gerenciamento baseado no Controle de Qualidade Total, promovendo uma reestruturação e melhorada na rede de pontos de apoio em Feira de Santana, Ilhéus, Porto Seguro, Mossoró, Itabaiana, Teixeira de Freitas, Recife e Vitória da Conquista. 

Em 1998, a Empresa comprou várias linhas de média distância no Nordeste, entre elas, a Fortaleza x Picos da Empresa Redentora, fato este que fez a São Geraldo de Viação montar um importante ponto de apoio em Fortaleza.

Em 2004 os acionistas da Companhia São Geraldo aceitaram uma oferta do Grupo Gontijo e abriram mão do controle acionário da Empresa. Sob direção do Grupo Gontijo, o mercado chegou a cogitar a fusão entre as duas gigantes mineiras, mas a marca "São Geraldo" foi mantida até 2015, quando a Empresa começou a sair de cena do mercado nacional.

Após 12 anos da negociação entre Gontijo e São Geraldo, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), concedeu a autorização para a incorporação, abrindo caminho para o processo de transição. Na prática, essa incorporação representou a transferência da razão social da Cia. São Geraldo de Viação para a Empresa Gontijo de Transportes, com todo o ativo e passivo, linhas, frota, funcionários e estruturas. 

Até hoje, a Companhia São Geraldo de Viação permanece viva nas lembranças e reencontros que muitos passageiros viveram a bordo de seus serviços, suas rotas e ônibus com destinos entre as ligações mineiras com o litoral baiano e capixaba e também com as linhas das cidades nordestinas rumo ao sudeste do Brasil. 

2 comentários:

  1. Tive o prazer de viajar na Cia. São Geraldo de Viação quando criança nos anos 1990. Linha Rio x Goiânia. Lembro que foi num Monobloco 0400. Outra grande recordação que tenho foi quando minha família viajou de Carro em 2004 do Rio para Maceió e cruzavamos com inúmeros ônibus da empresa na BR 101. Os pontos de apoio na estrada só davam ela e a Itapemirim. Lembro que em algum lugar do ES fiquei "abismado" em ver tanto ônibus dela escrito no itinerário Belo Horizonte x Guarapari.

    ResponderExcluir
  2. Matéria muito bia, so faltou os créditos nas fotos

    ResponderExcluir

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.