Header Ads

ad

Mercado brasileiro recupera vendas e Volvo cresce 114% em ônibus pesados

Num ano marcado pela retomada gradual de investimentos em renovação de frotas urbanas e rodoviárias no Brasil a Volvo teve aumento de entregas no segmento de ônibus pesados, incluindo articulados, biarticulados e rodoviários de alta potência e tecnologia. A América Latina também registrou bons negócios, fechando o ano com o anúncio de 700 ônibus vendidos para Bogotá, o maior negócio da década de veículos para BRT.

Superando até as expectativas mais otimistas, 2018 foi um ano de retorno de crescimento no mercado de ônibus no Brasil. Segundo dados da Anfavea, o mercado total cresceu 28,3%. Para a Volvo o crescimento foi ainda maior. Considerando apenas os chassis pesados, segmento onde a marca se destaca, foram 300 veículos emplacados no País, um crescimento de 114% em relação ao ano anterior. “Os bons números no Brasil puxaram nossos resultados em toda a América Latina. E a boa notícia é que o crescimento vem sendo consistente e deve permanecer em 2019”, assegura Fabiano Todeschini, presidente da Volvo Buses Latin America. Ao todo, foram licenciados 908 ônibus da marca no continente, número praticamente estável em relação ao ano passado.

Destaque em rodoviários
No segmento de ônibus rodoviários, o ano foi marcado por dezenas de negócios em todo o continente. “Na soma total, fizemos bons volumes, especialmente nos rodoviários de longa distância, com configuração 6x2 e 8x2 e motores de 420 e 450 cv. Esses veículos têm sido demandados tanto em linhas regulares como em operações de turismo”, afirma Gilberto Vardânega, diretor comercial de ônibus da Volvo no Brasil. “São segmentos em que os chassis Volvo são consagrados pela alta tecnologia, conforto aos passageiros, segurança e retorno ao cliente”, assegura. Em 2018 foram emplacados 183 ônibus rodoviários pesados Volvo, um crescimento de 85% sobre o ano anterior.

A Volvo também fez boas exportações de chassis rodoviários para toda a América Latina. “Além dos tradicionais mercados do Chile e Peru, compensamos a queda na Argentina com vendas em diversos países da Região Andina, América Central e Caribe. Um bom exemplo é a República Dominicana, que fechou a compra de um lote de 73 chassis rodoviários”, declara Fabiano Todeschini.

Urbanos e BRT
Em urbanos, as vendas no Brasil foram alavancadas por veículos do tipo “padron” e também articulados e biarticulados. “Tivemos uma grande venda do modelo B250R, nosso último lançamento, para a cidade de São Paulo e também entregas para o sistema de Curitiba”, assegura Gilberto Vardânega. Na renovação de frota do sistema de Curitiba a Volvo manteve a hegemonia nos chassis de ônibus articulados e biarticulados, com mais de 80% de market share. Em 2018 foram emplacados 117 ônibus urbanos pesados Volvo, um crescimento de 185% sobre o ano anterior.

Fora do Brasil, destaque para o fechamento da venda de 700 ônibus articulados e biarticulados para Bogotá, na Colômbia. “Foi o maior negócio BRT da década e nossa fábrica está agora operando em plena capacidade em um turno. Já enviamos os primeiros chassis para encarroçamento e as entregas vão se estender ao longo deste ano e também em 2020”, declara Fabiano Todeschini.

Conectividade e Segurança
Outro destaque de 2018 foi o crescimento da oferta de serviços de conectividade em ônibus. A marca apresentou o inédito Controle de Velocidade por Áreas, um sistema que utiliza localização por GPS e outras tecnologias para reduzir automaticamente a velocidade dos ônibus em locais de risco como terminais, próximo a escolas (ônibus urbanos) ou curvas perigosas e declives acentuados (ônibus rodoviários).

Mais uma novidade foi o lançamento do SSA – Sistema de Segurança Ativa para ônibus rodoviários. A partir de um radar que monitora a estrada à frente, uma série de dispositivos alerta o motorista para perigos e até mesmo aciona os freios do ônibus automaticamente em situações de emergência, para evitar colisões.

Mais um ponto de destaque Volvo no segmento de ônibus em 2018 foi o Pro Active Quality, uma ferramenta que utiliza a conectividade para antecipar diagnósticos com o veículo rodando, aumentando a produtividade e disponibilidade.

Consultoria para redução de consumo
Em 2018 a Volvo iniciou a comercialização do seu serviço de Consultoria de Gestão de Combustível. O primeiro cliente, a Viação Glória de Curitiba (PR), teve uma redução de 16% no consumo de diesel a partir do monitoramento remoto Volvo e treinamento dos motoristas. “Diversos frotistas estão testando esse serviço e atingindo números expressivos de redução. Em 2019 vamos continuar avançando no uso da conectividade para melhorar ainda mais a produtividade de nossos clientes”, finaliza Gilberto Vardânega.

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.