Header Ads

ad

A última imagem da Empresa Redentora no intermunicipal do Ceará

Por Fortalbus
A apenas 55 quilômetros de Fortaleza, o município de Redenção foi o primeiro do Brasil a libertar os escravos. O fato histórico ocorreu no dia 25 de março de 1884, quatro anos antes da assinatura da Lei Áurea pela princesa Isabel, princesa que ficou conhecida como Redentora, o que acabou motivando o nome da Empresa Redentora Ltda, após a cisão com a Empresa Redenção em 1987 e graças a iniciativa do empresário Ludgero Guilherme. 

A data 25 de Março, então, ficou estabelecida como "data magna do Ceará" e passou a ser feriado para as comemorações oficiais da libertação dos escravos, como estamos comemorando hoje, motivo especial para o destaque de hoje do Fortalbus.

Entre 2003 e 2005, a Empresa Redendora Ltda apresentou o que viria ser a sua última identidade visual, pintura essa que ficou estampada em apenas dois veículos que faziam a rota Fortaleza x Caio Prado. Essa também foi a única linha na qual a empresa operava até o encerramento de suas atividades.

A Empresa Redentora configurou entre as maiores frotas de ônibus entre as operadoras do intermunicipal cearense entre 1988 e 2005. Após uma cisão com a Empresa Redenção, a Redentora passou a operar algumas linhas nas região do Maciço de Baturité e Inhamuns nas cidades cearenses próximas a BR-020, além da rota interestadual Fortaleza x Picos.

Após traçar caminhos prósperos, a Redentora começou a desfazer de linhas e diminuir sua participação no transporte de passageiros. A primeira foi a transferência para a Companhia São Geraldo de Viação em 1998, a linha interestaduais Fortaleza x Picos (PI). Em 2001, transfere as linhas de Fortaleza para Arneiroz, Baixio, Boa Viagem, Marrecas, Mombaça, Parambu, Pedra Branca e Tauá para a Expresso Asa Branca. As linhas intermunicipais do Maciço de Baturité e as metropolitanas para Redenção, Guaiuba e Pacatuba foram transferidas para a Fretcar em 2004.

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.