Header Ads

ad

Scania quebra hegemonia da Volvo em Curitiba com venda de biarticulados

Por Marcos Villela
Em defesa dos interesses da cidade de Curitiba (PR), como empregos, as empresas que operam o transporte público de passageiros desde sempre somente compraram ônibus Volvo fabricados na mesma cidade. Depois de décadas, pela primeira, a Scania quebra essa hegemonia com a venda de seis ônibus biarticulados para a Viação Cidade Sorriso, uma das operadoras locais, com frota de 247 ônibus e responsável pelo transporte de cerca de 10% dos passageiros na cidade.

A necessidade de baixar custos e conhecer as soluções da concorrência, a Viação Cidade Sorriso aceitou testar um biarticulado Scania F 360 8×2 HA com 27 m de comprimento e capacidade para transportar até 270 passageiros por sete meses. O modelo foi desenvolvido com carroceria Caio conforme as normas da URBS (Urbanização de Curitiba S.A – empresa de capital misto (99,9% da Prefeitura de Curitiba) responsável pelas ações de planejamento, operação e fiscalização do transporte e equipamentos públicos).

Os novos biarticulados ficaram 1.000 kg mais leves dos que os biarticulados Volvo que circulam na cidade. A redução de peso foi realizada somente na carroceria, com diversas modificações, como a substituição do vidro traseiro por fibra, uso de poltronas mais simples, de plástico mais leve e redução do número delas (apenas três assentos por fileira – 2 e 1). Assim, em termos de chassis, a própria Scania reconhece que o dela é mais pesado, mas defende que é mais robusto. 

Concorrência saudável
Segundo o presidente da Viação Cidade Sorriso e presidente do Setransp (entidade que reúne as empresas de ônibus de Curitiba e região), Mauricio Gulin, o consumo do modelo da Scania foi 3% mais econômico do que o da Volvo em testes realizados em operações idênticas, rodando cerca de 380 km por dia e pelos sete meses.

Volvo e Scania são os únicos fabricantes de biarticulado no Brasil. 
O Scania F 360 8×2 HA possui motor de 360 cv e torque de 188,6 mkgf. A caixa de marcha é Allison de 6 velocidades, importada como todas transmissões automáticas, e a única disponível no mercado para a faixa de torque, segundo a engenharia da Scania. A Peso Bruto Total (PBT) do F 360 é de 43,5 toneladas.

Para efeito de comparação, o modelo Volvo B340M possui motor de 340 cv e torque de 173,3 mkgf. O PBT do Volvo é de 45,3 toneladas.

Segundo a Scania, o torque do seu motor favorece o menor consumo pois o motor pode trabalhar em rotações menores.

Prefeito de Curitiba, Rafael Greca, durante a entrega dos seis biarticulados, faz defensa da concorrência para baixar custo do transporte público em prol da população

Em termos de equipamentos de conforto e segurança, os chassis Volvo e Scania são equivalentes, com suspensão a ar com controle eletrônico, controle de tração, sistemas de controle de frenagem e retarder.

Tanto Mauricio Gulin quanto o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, defendem que exista sempre concorrência entre os fornecedores de ônibus na cidade, por ser mais saudável para os operadores e passageiros.

Scania biarticulado é inédito no Brasil
Protótipo foi feito especialmente para Curitiba e também fará parte da frota da Viação Cidade Sorriso
A venda dos seis primeiros biarticulados Scania não foi só para a Curitiba, mas foi a primeira venda no Brasil. A empresa lançou o seu biarticulado em 2015, mas vendas foram realizadas penas para o México e Colômbia. Como as exigências de configurações da URBS são diferentes da SPTrans, por exemplo, a Scania deve que desenvolver um modelo específico para Curitiba, o que ficou pronto em 2017.

Aliás, essa é uma queixa comum de quase todos os fabricantes de carroceria de ônibus. No Brasil não há um padrão nacional e cada prefeitura faz as suas exigências, elevando o custo de desenvolvimento e produção, consequentemente, o preço a ser pago pelos cidadãos seja pelo preço da passagem de ônibus, seja pelos impostos quando o sistema da cidade é com subsídio, como ocorre nas cidades de Curitiba e São Paulo.
Com informações: Transporte Mundial

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.