Header Ads

ad

Mercedes-Benz mandando bem na renovação de ônibus em Curitiba

Por Luiz Humberto Monteiro Pereira
Depois de seis anos, as empresas operadoras de ônibus de Curitiba voltaram a renovar suas frotas. Dentro do atual programa de renovação da frota de ônibus da capital paranaense, que atende em média 730 mil passageiros por dia, está prevista a aquisição de um total de 450 novas unidades até 2020. Dos 251 ônibus que já foram adquiridos, mais de 60% são da Mercedes-Benz – um percentual superior ao “market share” nacional da marca alemã no segmento acima de 8 toneladas de peso bruto total, que em 2018 alcançou cerca de 50% de participação. Nos últimos meses, 124 ônibus Mercedes entraram em operação no sistema de transporte coletivo urbano curitibano, com previsão de mais 36 unidades em abril, totalizando 160 novas unidades da marca em Curitiba. Dentre esses ônibus estão oito superarticulados O 500 MDA, destinados ao BRT. O Bus Rapid Transit é um sistema de ônibus de alta capacidade, implantado em Curitiba há mais de 40 anos e que atualmente existe em mais de duzentas cidades ao redor do mundo, que provê um serviço rápido, com pré-pagamento de tarifa e utilização de corredores dedicados. Estar no BRT curitibano é uma conquista inédita para a Mercedes, já que até 2018 os operadores locais utilizavam no sistema apenas modelos da Volvo, que tem fábrica na capital paranaense.

“Até 2020, mais duzentas unidades ainda serão adquiridas na renovação da frota paranaense. E vamos em busca de mais vendas para a nossa marca, que ganha aprovação crescente dos clientes locais”, comemora Walter Barbosa, diretor de Vendas e Marketing Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. Os ônibus da marca já comercializados para Curitiba dividem-se entre os modelos OF 1519, OF 1721 (suspensão mecânica), OF 1721 L (suspensão pneumática), O 500 MA articulado e O 500 MDA superarticulado, destinados ao transporte urbano e metropolitano. O superarticulado O 500 MDA de 21 metros de comprimento faz sua estreia no transporte coletivo urbano de Curitiba – as primeiras oito unidades entram em operação em abril. “Nossos engenheiros desenvolveram uma versão do superarticulado O 500 MDA para 21 metros de comprimento, com portas em locais compatíveis com as tradicionais estações tubulares curitibanas. Isso significa alta capacidade de transporte de passageiros, até 165 pessoas, dentro das características do sistema local”, ressalta Barbosa.

As habituais ações de demonstração de ônibus feitas pela Mercedes-Benz junto às operações reais das empresas de transporte foram fundamentais na aprovação do superarticulado O 500 MDA pelos operadores curitibanos. Depois de cerca de um mês de uso do veículo de teste da fábrica, a Viação Cidade Sorriso adquiriu seis unidades do modelo para renovação de frota. Já a Auto Viação Redentor comprou duas unidades. “O superarticulado O 500 MDA da Mercedes-Benz nos convenceu pelos bons resultados em termos de custo operacional. Identificamos ótimas perspectivas de redução no consumo de diesel e também no custo de peças, porque já contamos com o histórico de ônibus articulados da marca na frota e isso nos oferece previsibilidade de custos de reposição e manutenção, além de possibilitar a intercambialidade de peças”, explica Mauricio Gulin, presidente da Viação Cidade Sorriso e do Setransp, o Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana. “Nossos motoristas também ficaram satisfeitos com o fato de te ser um veículo mais silencioso, pela localização do motor na traseira. Com isso, eles ganham em conforto e segurança, podendo dedicar mais atenção ao trânsito e aos passageiros”, reforça Gulin.

De acordo com dados do Setransp, a marca Mercedes-Benz tem uma participação de aproximadamente 55% na frota total das empresas que compõem os consórcios que operam em Curitiba, formada atualmente por cerca de 1.650 ônibus urbanos. “Com o prosseguimento do programa de renovação e outras oportunidades de negócios, projetamos 60% de participação de mercado na cidade de Curitiba em 2019”, ressalta Barbosa, da Mercedes. “A partir de agora, a expectativa é fazer anualmente renovações de frota de ônibus na Região Metropolitana de Curitiba”, avisa Gulin, do Setransp.

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.