Header Ads

ad

Empresários estudam eliminar a função de cobrador em ônibus

Empresas de ônibus em São Luís estão realizando testes na busca por eliminar a função de cobrador em várias linhas de São Luís. Alguns coletivos já estão circulando apenas com o motorista, que faz dupla função.

“Não tem melhoria nenhuma para a população, só economizar o dinheiro do empresário”, disse o estudante Senílson Soares.

Quem trabalha na função de cobrador teme ficar desempregado. O motorista Altamir Martins começou a dupla função recentemente e diz estar cheio de dúvidas. Agora, além de realizar trabalho dobrado, eles precisam prestar contas na empresa após o expediente.

“Não só para mim, mas para todos os motoristas é uma situação nova porque não estávamos acostumados com a função, apenas dirigir. Sempre tínhamos um parceiro. Está sendo uma situação nova para mim, principalmente, que nunca trabalhei como cobrador”
  
Dados do Sindicato das Empresas de Transportes (SET) mostram que há cerca de 2500 cobradores em São Luís. Todos são candidatos ao desemprego, caso não busquem qualificação.

“A parceria que o sindicato formou com o SEST/SENAT é justamente para dar a possibilidade do cobrador ter cursos que ele possa dirigir na própria empresa e também em outras categorias profissionais. Então, gratuitamente, todo o cobrador tem a oportunidade de se inscrever em várias opções de curso, em várias áreas, não só no transporte. Ele vai poder fazer e vislumbrar uma outra possibilidade de trabalhar”, declarou o superintendente do SET, Luís Cláudio.

O comerciante Hélio Araújo foi cobrador por 17 anos, mas foi demitido em março deste ano. Ele conta que só tem ouvido más notícias dos colegas de trabalho.

“Foram demitidos em massa e o pessoal dizendo que está ‘remanejando’ para outros setores e não está acontecendo”, disse o motorista.
Com informações: G1 Maranhão

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.