Header Ads

ad

Um pouco da origem da Mercedes-Benz no Brasil

O termo ’ônibus’ surgiu na França, por volta de 1800, para identificar o início do serviço de diligências (tipo de carruagem fechada de quatro rodas utilizada para transporte de passageiros e mercadorias, puxada por quatro cavalos). Se por um lado esses veículos eram luxuosos, por outro tinham contra si todos os inconvenientes e limitações dos veículos de tração animal. Foi justamente nesse contexto que surgiu o ônibus motorizado.

O primeiro modelo foi construído por Carl Benz em 1895, derivado de um automóvel Landau, também de sua fabricação. Transportando oito passageiros, permitiu inaugurar um pioneiro serviço de transporte entre a cidade de Siegen e as localidades de Netphen e Deutz, na Alemanha. Na linha eram empregados dois veículos Benz, com motor de 5 cv, que cobriam o trajeto de quinze quilômetros em uma hora e vinte minutos, fazendo cinco paradas.

Três anos depois, em 1898, foi inaugurado o primeiro serviço público de ônibus na cidade alemã de Wuerttemberg. Na mesma época, no sul do país, circulavam veículos dos Correios com motores Daimler. Esta empresa, a Daimler, passou a oferecer quatro diferentes modelos de ônibus, com motores Phoenix de 4 a 10 cv e capacidade de seis a dezesseis passageiros.

Mercedes-Benz no Brasil
Os primeiros ônibus nacionais foram encarroçados sobre chassis L-312, em 1956. Em 1958 a Mercedes-Benz iniciou, pioneiramente, a produção de ônibus no país, Iançando o O-321, que, por sua estrutura construtiva - monobloco -, revolucionou o transporte coletivo no Brasil. Suas versões urbanas e rodoviárias, cada vez mais aperfeiçoadas, tornaram-se padrão de qualidade.

Até hoje, os ônibus Mercedes-Benz são referência de transporte por todo o país, levando conforto, segurança, tecnologia para os seus passageiros. Não é por acaso que a estrela de três pontas é líder de mercado do segmento no Brasil e no mundo.

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.