Header Ads

ad

Uma enorme perda para o transporte de passageiros do Ceará

Por Fortalbus
Neste Domingo (16), a história do transporte de passageiros do Ceará teve uma importante perda com a notícia do falecimento aos 88 anos do pioneiro empresário Raimundo Ferreira, conhecido popularmente como o “Homem da Brasília”. Ele foi fundador e controlador do Grupo Empresarial Raimundo Ferreira (GERF) através das empresas Viação Brasília, Auto Viação Varzealegrense, VB Express, Rápido Juazeiro e Viação Rio Negro.

Raimundo Ferreira foi pioneiro no transporte de passageiros intermunicipal e interestadual em Juazeiro do Norte. As empresas de sua propriedade, por várias décadas prestou serviços relevantes à população, contribuindo enormemente para o desenvolvimento regional e o crescimento econômico do Cariri Cearense.

Grande parte do seu legado empresarial foi construído através da Viação Brasília criada em 1958. A Empresa teve sua primeira garagem sede constituída na cidade de Cajazeiras-PB, com apenas três ônibus e ligava o Nordeste a São Paulo, uma vez por semana. Nos anos de 1960, passa a ligar as cidades do Nordeste para Brasília recém construída como capital. Além disso operou na inauguração da linha Fortaleza x Salvador a partir de 1976. 

Paralelamente as linhas interestaduais, a Viação Brasília passou a atuar no segmento intermunicipal do Cariri ainda na década de 1970, através da aquisição das linhas Juazeiro/Barbalha e Juazeiro/Crato. Após o fim da fase interestadual na década de 1980, a Viação Brasília permanece no transporte intermunicipal mantendo sua estrutura e sede em Juazeiro do Norte. 

Até o ano de 2009, a Viação Brasília prestou serviços de transporte para as principais cidades do Cariri como Barbalha, Crato e Missão Velha. Com o encerramento das atividades, suas linhas foram repassadas para a operação da Via Metro, através de uma licitação pública estadual.

Através de uma associação com o empresário Chagas Bezerra da Auto Viação Varzealegrense ocorrida no final dos anos 50, Raimundo Fereira também fez parte da trajetória desta Empresa, dando um enorme salto de qualidade e fazendo do Crato-CE um importante pólo para suas operações, sendo responsável pelas linhas Crato x São Paulo, Crato x Rio de Janeiro, Crato x Teresina, Crato x Recife, Crato x Floriano, Crato x Picos, Crato x Maceió, Crato x Iguatu, Iguatu x Rio de Janeiro, Iguatu x São Paulo, Crato x Varzea Alegre, Crato x Fortaleza, além da recém criada Crato x Juazeiro do Norte, fazendo da Varzealegrense, uma das maiores empresas de ônibus no Ceará na época.

A Varzealegrense naquele momento contava com a matriz no Crato e suas filiais nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Fortaleza. Possuindo uma frota com dezenas veículos novos, atendendo a um número crescente de pessoas com linhas para diversas cidades do Brasil, ofertando um serviço de transportes comparado aos melhores do sul do país.

Até que na década de 80, por conta da concorrência desleal com a Viação Itapemirim que tinha sua matriz no Sudeste, forçou a Varzealegrense a transferir o controle acionário para a Empresa Gontijo em 1983, depois de longa negociação e muita especulação no setor.

A VB Express foi criada como um braço do Grupo destinado apenas para atender o transporte de cargas e encomendas do Ceará, através de suas filiais estratégicas e rotas diárias. Essa transportadora continua em plena atividade através de seus filhos.

Além da Viação Brasília, uma importante parcela da história construída pelo Grupo Empresarial Raimundo Fereira (GERF) ocorreu em Fortaleza, onde através da Rápido Juazeiro a partir de 1970 até 2005, ficou responsável pela operação de várias linhas entre a capital cearense e as cidades do cariri com foco em Juazeiro do Norte.

A partir de 1983, a Viação Rio Negro passou a fazer parte da GERF, garantindo assim a operação de 80% das linhas rodoviárias entre Fortaleza e a região Sul do Ceará. Nesse período, a Rápido Juazeiro e Viação Rio Negro foram inovadores em seus ônibus e serviços rodoviários, se tornando referência regional.

Em 2005, o empresário Raimundo Ferreira e família resolvem desfazer de todas as linhas rodoviárias operadas pela Rápido Juazeiro e Viação Rio Negro e negociam a venda com a Expresso Guanabara. Até hoje nas operações da Guanabara, as linhas de Fortaleza para o Juazeiro do Norte, Crato e outras cidades do Cariri representam um volume enorme de passageiros e uma importante parcela no faturamento da Empresa.

2 comentários:

  1. Cresci andando nos ônibus da Viação Brasília,a número 1 na lista das minhas preferidas.Inicialmente nos urbanos que faziam a linha entre Juazeiro do Norte e Crato. Recordo -me nostalgicamente do 30, um monobloco daqueles bicudinhos, dos furcares ninbus, dos ciferais...Quantas emoções a bordo daqueles ônibus...Os rodoviários, que faziam a linha Maceió-Crato encantavam-me. A partida do seu Raimundo Ferreira enche-me de tristeza, mas também de gratidão, gratidão por tantas partidas efetuadas, ao longo de boa parte de minha vida, a bordo dos seus ônibus, através da Viação Brasília, Varzealegrense, Rápido Juazeiro e Rio Negrom

    ResponderExcluir
  2. Em 84 vi muitas vezes a varzealegrence em ipu fazendo turismo

    ResponderExcluir

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.