Header Ads

ad

Transporte intermunicipal do Ceará é vantajoso para os passageiros?

Por Fortalbus
No final de 2019, o Estado do Ceará estará realizando a renovação do processo licitatório de todos os lotes e linhas do transporte rodoviário intermunicipal de passageiros. A licitação ocorrida em 2009, permite a ampliação da permanência das operadoras vencedoras no Edital por mais 10 anos, após um crivo do órgão gestor.

Muitas empresas já estão se preparando para renovação desse processo e outras já estudam entregar alguns lotes devido a falta de equilíbrio financeiro com os custos e lucros gerados. Também vem se tornando desmotivador ver o fortalecimento do transporte complementar em algumas rotas e ausência do Estado em fiscalizar alguns transportes clandestinos.

Em 10 anos de licitação intermunicipal do Ceará, é notável que esse sistema trouxe consequências negativas e positivas. Das 37 empresas de ônibus que atuavam no Estado, ficaram só 6. As linhas de ônibus diminuíram de 220 para 91, fazendo uma teia de deslocamentos e chegando a mais lugares. Muitas vans, que antes eram clandestinas, foram regularizadas com permissões.

Muitos nostálgicos alegam a ausência de mais empresas operando e concorrendo entre si. Mas, para quem conhece o setor de transporte rodoviário nos demais Estados do Brasil, reconhece que o transporte intermunicipal do Ceará é vantajoso para os passageiros, tanto por conta do valor da passagem cobrado por km percorrido e outros benefícios.

Veja um comparativo dos valores das passagens intermunicipais do Ceará com outros Estados;

CEARÁ

Fortaleza x Jaguaribe  (298 km)

Guanabara e São Benedito por R$ 49,00

PERNAMBUCO

Recife x Arcoverde  (254 km)

Auto Viação Progresso por R$ 66,00

RIO GRANDE DO NORTE

Natal x Mossoró (281 km)

Viação Nordeste por R$ 57,00

BAHIA

Salvador x Itaberaba (287 km)

Viação Jequié Cidade Sol por R$ 57,00

PIAUÍ

Teresina x Floriano  (248 km) 

Expresso Floriano e Princesa do Sul por R$ 53,00

9 comentários:

  1. João Pessoa para São Mamede 293km 35,00

    ResponderExcluir
  2. "Muitas empresas já estão se preparando para renovação desse processo e outras já estudam entregar alguns lotes devido a falta de equilíbrio financeiro com os custos e lucros gerados. "

    tava indo bem, mas esse parágrafo soa como 'passada de pano'. A empresa é monopólio regional, e não fez um estudo pra rentabilização ? Foi uma escolha dela (detalhe: sem concorrência).

    Tem empresa aí que NÃO ERA NEM pra ter entrado (foi desclassificada na 1ª rodada). Tá viva e rodando como ?

    ResponderExcluir
  3. O engraçado das críticas
    Se vcs acham q n deveria ter só essas empresas no sistema então e simples:

    Ou vc n anda de ônibus
    Ou pega seu carro pra ir onde quiser


    Ah esqueci se n for nas empresas do monopólio vai vicar em casa ne

    ResponderExcluir
  4. Vejo mais monopólio e menos transporte digno para o cidadão. Precisamos de muito mais empresas de ônibus e não somente estás poucas que temos e deixam grandes lagunas no transporta.

    ResponderExcluir
  5. Vantajo e apenas alguns onibus q não presta ....as quebrado mal cheiro onibus com.Mais de 5 anos de uso fora outras coisas ...que ninguem não 've ....

    ResponderExcluir
  6. Deveria sair a são benedito oh empresa péssima do mercado rodoviário so ônibus velhos infezlimente essa e a realidade

    ResponderExcluir
  7. O transporte rodoviário e Urbano do estado do ceará está monopolizado por meia dúzia de empresas isso é péssimo não pode acontecer afinal de contas somos uma economia capitalista essa tal de Guanabara parece que é a dona de tudo não pode ser assim e seu dono tal de Jacob Barata é um bandido está metido em falcatruas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estranho a crítica e raciocínio. Antes da licitação tínhamos mais opções para as grandes cidades do Ceará?

      Lembro que para o Crato e Juazeiro só tinha a Guanabara e antes dela só tinha a GERF.

      Para Crateús e Camocim tínhamos quantas empresas?

      Aqui no Estado de Pernambuco tem população maior que o Ceará e só
      temos Progresso, 1002 e Caruaruense.

      Essa é uma realidade que afeta todos os Estados.

      Monopólio de verdade temos é na aviação, onde 3 dominam o mercado de 208 milhões de brasileiros

      Excluir
  8. Caraca esse cara opina tanto e agora vem dizer que nada sabe?

    ResponderExcluir

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.