Header Ads

ad

60% da frota de ônibus usa autoatendimento em Fortaleza

A função de cobrador está cada vez mais escassa. O serviço automatizado de cobrança de passagens no transporte público de Fortaleza avança todos os meses. Atualmente, 1.045 de 1.734 ônibus usam o serviço de autoatendimento, o que representa 60,2% da frota. Ao invés de tirar moedas da bolsa para passar na catraca dos veículos, o uso de cartões deve ser reforçado nos próximos meses pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (SindIônibus).

Em coletiva de imprensa, realizada nessa quinta-feira (19), o presidente do Sindiônibus, Dimas Barreira, justificou que a mudança é uma tendência mundial no transporte público. "Há um desuso do dinheiro em espécie em diversos segmentos no país e no mundo e, devido à tecnologia, as pessoas ganham uma série de vantagens. Nos ônibus, por exemplo, o embarque é mais rápido e não é preciso expor a carteira para contar dinheiro", explicou o gestor.

Segundo estudo do Sindiônibus, um passageiro pagando a passagem com dinheiro em espécie precisa de cerca de 25 segundos, enquanto uma pessoa que embarca com sua passagem pré-carregada gasta, em média, 4 segundos. Ou seja, para transportar 100 passageiros, por exemplo, ao invés de se gastar 42 minutos com embarque de passagens em espécie, são gastos apenas 7 minutos de embarque com passagens eletrônicas, uma economia de 35 minutos no tempo de pagamento da passagem.

Dimas Barreira foi questionado sobre quando toda a frota será alterada para autoatendimento. Ele informou que não existe um prazo definido e que dependerá da demanda de cada região da cidade. Atualmente, 689 veículos recebem dinheiro em espécie.

Transição
A empregada doméstica Clara Lúcia Pereira, 42, mora no bairro Tabapuazinho, em Caucaia. Diariamente, ela pega quatro ônibus para ir e voltar do trabalho. Ela conta que já sofreu por não ter crédito no bilhete único ao subir em um ônibus com autoatendimento. "Já bati boca com motorista que não quis receber o dinheiro. É uma dor de cabeça". Apesar da reclamação, a passageira afirma que o cartão é bom, pois gera desconto em passagens.

Na avaliação do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro), 4 mil cobradores serão afetados pelo serviço de autoatendimento. "Não somos contra esse serviço. Não queremos é que seja só ele funcionando. Temos mais de 10 mil assinaturas de usuários reclamando da ausência do recebimento de dinheiro nos ônibus".

Para resolver a reclamação da ausência do recebimento de dinheiro, o Sindiônibus está fornecendo duas novas alternativas para pagar ônibus em Fortaleza. A primeira é o cartão pré-pago que servirá para os passageiros que não estiverem com nenhuma opção de passagem eletrônica no momento do embarque (vale-transporte eletrônico, vale eletrônico avulso, carteira de estudante, bilhete único, entre outros). Segundo a entidade, para este público sem algum crédito eletrônico, o motorista terá disponível um cartão ao custo de R$ 5.

Esse cartão transporte expresso, pré-carregado com valor de R$ 5, é feito de um material mais frágil e para uso emergencial, diferentemente dos demais cartões de passagens, e o usuário pode receber de volta o saldo remanescente da primeira recarga (R$ 1,40) nos terminais de ônibus, mas também pode usá-lo novamente fazendo mais recarga. Ele estará em toda a frota de autoatendimento a partir de outubro de 2019. A segunda opção é o aplicativo "Meu Ônibus", em que o passageiro poderá pagar o bilhete por meio do aplicativo que pode ser baixado gratuitamente pelo aparelho celular. A ferramenta mostra também, em tempo real, a chegada do ônibus e próximas paradas.

Segundo o Sindiônibus, o dinheiro em espécie continuará sendo recebido, o que muda é apenas o local do recebimento, que antes era somente dentro dos veículos. Agora há uma variedade de guichês de recebimento fora dos ônibus, ou seja, ele pode adquirir um cartão eletrônico avulso, recarregar o bilhete ou carteira estudantil em qualquer terminal de integração, em todos os shoppings de Fortaleza, em várias redes de farmácias, mercadinhos e outros estabelecimentos. O aplicativo "Meu Ônibus" tanto mostra esses locais como também possui a opção de fazer a recarga online utilizando um cartão de crédito Visa, Master ou Elo, ou cartão de débito. O Banco do Brasil também disponibiliza o serviço de recarga de passagens eletrônicas de ônibus para seus correntistas. Em breve, a parceria também se dará com o banco Bradesco.

Quanto aos cobradores, o Sindiônibus afirma que quase todos os profissionais que atuavam nos ônibus que migraram para autoatendimento foram promovidos a motoristas e outras funções ou saíram pela rotatividade normal da empresa. Os Recursos Humanos da entidade e das empresas de ônibus associadas, em parceria com o Sest Senat, criou o Projeto de Requalificação dos Cobradores e se baseou em pesquisa realizada em março de 2019, que contou com a participação de 86% do total de cobradores, equivalente a 3.065 'respondentes'. A maioria das promoções realizadas foi para as funções de motorista, auxiliar de operações, manobrista, eletricista, porteiro, auxiliar administrativo, lanterneiro, borracheiro, auxiliar de tráfego, vistoriador, técnico de segurança do trabalho, entre outras atividades.

Atendimento
Os principais terminais de ônibus de Fortaleza (Siqueira, Papicu, Parangaba, Messejana e Antônio Bezerra) contam com um Posto de Informações do Sindiônibus para atender dúvidas dos usuários do transporte coletivo e auxiliá-los em diversos serviços, tais como pontos de embarque, roteirização, localização de destinos, horários de partidas, como também pontos de vendas de crédito, dúvidas sobre cartões, como utilizar o aplicativo "Meu Ônibus" e saldo de cartões.

Nesta sexta-feira (20), 350 profissionais reforçarão uma ação promocional em todos os Terminais de Integração, estações do BRT, Metrô e dentro dos ônibus. Serão distribuídos gratuitamente 10 mil cartões de passagens (Vale-Transporte Eletrônico Avulso), caso o usuário faça uma carga inicial de, no mínimo, R$ 5. A equipe estará nas ruas, identificada com a frase "Tá sem cartão? Fale comigo".
Com informações: Diário do Nordeste 

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.