Header Ads

ad

Veja as operação da Auto Viação Jardinense no intermunicipal do RN

Por Fortalbus
A história das operações da Auto Viação Jardinense no transporte rodoviário do Rio Grande do Norte começou em 1958, quando o pioneiro Joaquim Silvestre da Costa, conhecido como “Joaquim Baltazar”, começou a fazer transporte de cargas na década de 50 e, adquiriu o primeiro veículo para transporte de passageiros com destinos para Natal (RN) e Campina Grande (PB).

Em 1969 na cidade de Jardim do Sérido/RN foi fundado a Auto Viação Jardinense Ltda, por isso a origem regional do nome da Empresa. A partir da década de 70, A Jardinense mudou sua matriz para a capital potiguar e essa ação gerou uma grande ampliação da Empresa nas linhas intermunicipais.

Em 1978, a Viação Jardinense passou por uma mudança acionária e  teve uma nova constituição societária. Nesta época, houve a aquisição de linhas intermunicipais da Empresa Nossa Senhora Aparecida dentro do Rio Grande do Norte.

Em 85/86, ocorreram outras ampliações com a aquisição das linhas intermunicipais das Empresas Luso-Brasileira e Companhia São Geraldo de Viação, respectivamente.

Até que em 2001, a Auto Viação Jardinense modernizou o layout da Empresa e sua logomarca e, na mesma época, realizou a compra de novos veículos, inclusive, micro-ônibus e unidades Busscar Vissta Buss que não existiam antes em sua frota. 

Nos últimos 15 anos, a Jardinense assim como todas as empresas que atuam no sistema rodoviário do Rio Grande do Norte entraram em dificuldades financeiras, tanto por conta de gestões administrativas como com a ampliação dos loteiros, que passaram a concorrer com as tradicionais empresas.

Com menos dinheiro entrando nas empresas, foi ficando difícil pagar seus compromissos fiscais e renovar a frota. Por conta disso, a Jardinense passou a ser alvo de reclamações dos passageiros, tanto por conta dos atrasos, além das constantes quebra de veículos nas rodovias, problemas com uso inadequado de pneus, problemas com freios e irregularidade em documentação também foram acrescido nas críticas.

.Tudo isso levou a Auto Viação Jardinense a entrar em um processo de recuperação judicial. Desde então a dificuldade da Empresa foram aos poucos minimizadas, veículos semi-novos e agregados de outras empresas começaram a operar nas rotas, voltando a manter os equilíbrio operacional das partidas.


Hoje a Viação Jardinense é responsável pela operação das seguintes linhas;

Natal x  Caicó
Natal x  Pau dos Ferros
Natal x  Currais Novos
Natal x  Parelhas
Natal x  Jaçanã
Natal x  Campo Redondo
Natal x  São Bento
Natal x  Ten. Laurêntino
Natal x  Ouro Branco
Natal x  Jurucutu
Natal x  Santa Cruz
Natal x  São Miguel

Observação:

A Auto Viação Jardinense não opera mais linhas entre o Rio Grande do Norte e a Paraíba. Hoje ela se dedica apenas na operação de linhas intermunicipais dentro do RN.

2 comentários:

  1. Boa noite a todos!

    Venho aqui agradecer em nome da Família Jardinense a esta homenagem feita de forma simples mas realista e sem sensacionalismo. Deixo as porta da Jardinense abertas a todos que almejam e contam a história destas guerreiras empresas que em um cenário contraditório sobrevivem aos clandestinos e a inércia dos entes Governamentais. Agradeço a todos do FORTALBUS e meus companheiros aqui do RN também.

    Atenciosamente

    Wellington Oliveira
    Interventor judicial

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei bakana a empresa em breve vou postar algo sobre ela no meu canal sobre ônibus rodoviário no YouTube

      Excluir

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.