Header Ads

ad

Busólogos exigem mais respeito por parte da Socicam

Por Fortalbus
Desde a última quarta-feira (30), vários busólogos usaram as redes sociais para contestar uma publicação feita pela Socicam, empresa que administra terminais de passageiros seja por ônibus ou avião. Na publicação titulada "Você sabe o que é um Busólogos?", a Socicam informa que os detalhes e ações promovidas pelos busólogos e diz que a Empresa apoia esse hobby, algo totalmente desmentido pelos membros da busologia. 

Esse apoio que a Socicam diz dá ao hobby, foi severamente questionado pelos busólogos de vários pontos do Brasil que aproveitaram a ocasião para relatar alguns fatos de preconceito, agressão, falta de respeito e até expulsão dos admiradores de ônibus de dentro dos terminais urbanos e rodoviários administrados pela Empresa, pelo simples fato de estarem fotografando ônibus sem interferir na operação dos terminais e dos ônibus.

Como a própria postagem da Socicam diz: As pessoas aficionadas por ônibus se dedicam a estudar os ônibus nos mínimos detalhes, da mecânica à pintura, e coleciona miniaturas e muitas fotografias. O busólogo, nada mais é que um apaixonado pelo meio de transporte que carrega para cima e para baixo milhões de passageiros diariamente. Para os adeptos à busologia, o ônibus é um objeto de admiração. Eles se preocupam em reunir informações sobre os modelos de carrocerias, motores, acabamentos internos e a evolução tecnológica ao longo do tempo. 

Talvez a diretoria da Socicam até tenham esse tipo de reconhecimento pelo hobby como diz na postagem, mas na prática e nas abordagens efetuadas pelos fiscais da Socicam em várias rodoviárias administradas pela Empresa são outras. Muitos desses fiscais alegam que os busólogos não são viajantes e suas atuações nas rodoviárias interferem na rotina dos terminais, outros dizem que o simples fato de fotografar um ônibus na rodoviária estaria coagindo o direito de imagem das empresas e dos passageiros, o que na prática isso é algo tão descabido diante do mundo virtual e tecnológico que vivemos hoje.

Hoje o transporte regular de passageiros vem passando por várias transformações, seja pela a concorrência via app tipo Buser ou transporte clandestinos, onde o viajante não necessitam mais ir até um terminal rodoviário e pagar altas taxas para embarcar num ônibus e seguir viagem. 

E a busologia vem sendo a maior defensora das empresas tradicionais e do sistema rodoviário atual em si, afinal muitos deles demostram longas paixões por algumas marcas empresariais de ônibus. Nada diferente do que almejam os busólogos, que é uma variedade de modelos de ônibus, cores e operadoras diferentes atuando normalmente, e jamais apoiariam os ônibus todos na cor rosa tipo do Buser.

Por isso acreditamos que a Socicam venha colocar a mão na consciência e percebam que para estimular a própria existência futura de sua atividade, é preciso valorizar e reconhecer de fato a atividade dos busólogos nos terminais urbanos e rodoviários. 

Verdade também seja dita, nos últimos anos algumas rodoviárias administradas pela Socicam, como Fortaleza já vem adotando uma correta, porém pequena postura com os busólogos locais, autorizando a permanência dos mesmos fotografando em seus terminais sem sofrer interferência na sua atividade de lazer.

Recentemente a Fraport Fortaleza (Aeroporto Internacional de Fortaleza) promoveu um encontro com os admiradores da aviação, demostrando todo o respeito que essa categoria merece, afinal tanto a empresa administradora como os spotteres (Observadores de aviões) lutam pela manutenção e sobrevivência do setor aéreo.

Isso demostra que muitas empresas estão cada vez mais antenadas com seu público. Prova disso vem sendo o respeito aos busólogos adotados pela Guanabara, Fretcar, Princesa dos Inhamuns, Vega, Dragão do Mar, Vitória entre outras pelo Brasil.

Veja os depoimentos de alguns busólogos nas centenas de postagens que a Socicam vem recebendo na sua página do Facebook;

Flavio Rodrigues (Rio de Janeiro-RJ) 
Socicam, vcs estão falando que passará a ser assim daqui pra frente né? Se for, acho louvável e até bem tardio. Mas se estiveram falando do passado ou presente, trata-se de algum equívoco. Fotografo em terminais administrados por vcs há mais de 15 anos e nunca recebi qualquer tipo de apoio ou concessão. E olha q já fotografei em quase todos os terminais que vcs administram. Tirando raros momentos em alguns terminais e pela benevolência de um ou outro funcionário, na maioria das vezes fui convidado a parar ou me retirar. Em todas as vezes q procurei a administração em terminais administrados por vcs, recebi um não categórico ou a exigência de cumprir ritos e burocracias q inviabilizavam o pedido. Nunca entendi a perseguição. Todos os seus funcionários sabem q somos parte de um hobby. Nunca entendi o q vcs tanto receiam. O q tanto escondem. Tal é a implicância de vcs conosco q já vi funcionários abordando passageiros comuns q estavam apenas fotografando ônibus q iam embarcar. Vcs sabiam quem entre nós, quando tomamos conhecimento q alguma empresa irá administrar um terminal, rezamos pra ser qualquer uma, menos vcs? Se vcs vão mudar dou todo apoio e estamos juntos. Estou pronto pra rever minha opinião. Mas se estão apenas querendo surfar numa onda, para q tá feio.

Felipe Pessoa (Salvador-BA) 
Infelizmente em todas as rodoviárias administradas pela Socicam onde tentei fotografar e de forma organizada com autorização nunca consegui, inclusive até com ações por vezes grosseiras dos guardas responsáveis pela segurança patrimonial. Verdadeiramente um dia espero vê los apoiando nosso hobby que diretamente é meio de propaganda gratuita para as empresas e suas afiliadas.

Diego Almeida (Rio de Janeiro-RJ)  
Acho que a partir dessa publicação, poderemos ter alguma mudança real de postura em relação a nós do hobby. Já tive problemas com ações truculentas que deram até polícia na rodoviária novo rio, inclusive na área externa da mesma. Se a empresa realmente tem alguma intenção em apoiar o hobby, poderia começar a bolar algum plano de permissão organizada para fotografias nos terminais e ainda promover eventos nos moldes dos "Spotter day" que acontecem nos aeroportos. Acho que no atual mundo digital, a desculpa de que as empresas dos ônibus não autorizam as fotografias, com grandes grupos promovendo encontros, ações de marketing e até utilizando nosso material para si, não cola mais. Chegou a hora de uma nova atitude, real, da parte de vocês. Aproveitem a deixa!

Iury Mello (Natal-RN)
Vou tirar print dessa publicação e mostrar caso seja barrado em algum terminal que vocês administram, hahahah. Veremos se de fato vocês apoiam o hobby.

Luciano Formiga (Belo Horizonte-MG)
Após mais de 160 comentários negativos, não há muito mais a ser dito. Creio que a acessoria de comunicação da Socicam pode até estar bem intencionada mas muito mal informada. Além de todos os terminais já citados anteriormente, agora somos mal tratados no terminal de BH, onde a Socicam, oficialmente, administra a praça de alimentação, mas, coincidência ou não, desde que assumiram, as fotos dentro do terminal foram proibidas. Sabemos que existem alguns praticantes do hobby que abusam mas uma conversa resolveria. Ao invés disso preferem ser autoritários e truculentos. Está na hora de enxergar que somos parceiros, não inimigos.

Manoel Santos (Fortaleza-CE)
Então com essa postagem, significa que a partir de agora vcs estarão apoiando o hobby, né? Pq não é o que se vê nos terminais de ônibus administrados por vcs. Mas ainda tem tempo de se retratar. Grandes empresas de ônibus tem eventos nacionais organizados em suas garagens anualmente e sempre divulgados. Já estava passando da hora de uma empresa como vcs reconhecerem que o hobby não é um motivo pra constranger quem pratica.

Douglas Dcz (São Paulo-SP)
Eu pelos anos de hobby peguei a socicam desde o começo quando assumiu as rodoviarias de sp e desde essa epoca sempre tivemos muitos problemas com os funcionarios, hoje estão um pouco, vejam um pouco mais aessiveis no Tiete, mas em outros lugares continuam sendo os mesmo problemas de sempre. Em terminal urbano, mesmo fora do alcance do terminal ja tive funcionarios vindo intimidar e não teve exito na ameaças que fizeram.

Bruno Henrique (Caruaru-PE)
Socicam essa postagem de vocês tenta valorizar um hobby que vocês mesmo não valorizam , tratam mal pessoas que simplesmente vai praticar o hobby , fotografar ônibus , valorizando o transporte e as empresas de ônibus, vocês administradores deveriam um pouco conhecer mais os gerentes das rodoviárias que vocês administram.

Fábio Tanniguchi (São Paulo-SP)
Quem vê pensa que apoia o hobby. Já fui destratado mais de uma vez na Rodoviária de Campinas, sendo inclusive intimidado e ameaçado por funcionários sem crachá e sem uniforme, numa total falta de respeito como se eu fosse um vendedor ambulante invadindo o local ou algo do gênero. Quando se tenta pedir autorização, inventam várias desculpas para tentar coibir a atividade de tirar fotos no terminal, ou inventam barreiras ridículas como limite de tempo e exigência de colete refletivo sendo que nem chegamos a invadir a pista de rolamento. Não se enganem, a Socicam MENOSPREZA, DESRESPEITA e NÃO RECONHECE a busologia.

Fernando de Oliveira (Fortaleza-CE)
Com todo respeito a empresa e seus colaboradores, vocês não apoiam o hobby de forma alguma. Maior parte dos comentários desse post revelam que infelizmente não condiz com a realidade. Inclusive quero fazer uma sugestão de criar um cadastro de busólogos que mantém seu acervo na internet como eu mantenho, onde que uma credencial fornecida possa dar melhor autonomia ao busólogo sem ter sua atividade interrompida, facilitando a nossa vida e de seus colaboradores que fazem a fiscalização dos terminais que a empresa administra.

Felipe Alves (São Paulo-SP)
Nunca apoiou o hobby! Sempre que alguém vai para fotografar os ônibus (não precisa ser dentro de terminal) mas na entrada e saída dos terminais coloca os guardinhas à paisana para intimidar... Agentes já agiram com abuso de autoridade e poder e teve um que inclusive me ameaçou de me processar falando que tem direito de imagem e danos morais (justo o agente foi falar isso para um advogado! Eu já logo saquei a minha carteira da OAB e enquadrei o cara no artigo 5 da Constituição Federal)... Agentes que chegam ameaçando ao ponto de partir para a agressão, de apreender as câmeras, enfim! Que apoio é esse? Se bem que hoje eu evito tirar fotos nos terminais pela questão de segurança dos motoristas e passageiros, e das consequências que possam causar a ambos! 

Gustavo Alfredo (Maceió-AL)
Espero que esse post esteja se referindo ao futuro da empresa em relação a nós, busólogos, por até o dia de hoje só vi pedrada e perseguição em terminais rodoviários administrados por vocês. Já fui proibido de fotografar em uma área comum de um terminal onde qualquer pessoa poderia estar fotografando. Não era o pátio dos ônibus, não era na saída dos mesmos, era em uma área COMUM onde inclusive outros passageiros estavam por lá.

Luciano Roncolato (Campinas-SP)
Quanta hipocrisia. Além dos funcionários mal educados, grosseiros e estúpidos, quando estamos fotografando abordam a gente na maior ignorância. O pessoal do hobby já sabe que a Socicam é inimiga dos busólogos há anos. Quando sabe-se que é um terminal administrada por ela, inclusive urbanos, já sabemos que teremos dificuldades em fazer as fotos. Primeiro melhorem o procedimento e reorientem esses funcionários mal educados que se acham os donos das rodoviárias e ainda debocham dos colecionadores. Falta de respeito e hipocrisia é pouco pra essa empresa. Despreparo total.

Um comentário:

  1. Eu tbm ja fui intimidado pela Socicam. Muitas empresas ficam so no discurso. Talvez aqui nao cabe, mas esse tipo de abordagem desrespeitosa e agressiva se estende a um famoso shopping da Santos Dumont

    ResponderExcluir

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.