Header Ads

ad

Urbano de Fortaleza projeta está 100% Autoatendimento em 2020

Por Fortalbus
Os usuários do transporte coletivo de Fortaleza estão surpreendendo com a rápida aceitação do pagamento da passagem dos ônibus urbanos com os cartões eletrônicos. Segundo os números divulgados pelo Sindiônibus, hoje o pagamento da passagem por meio de cartões eletrônicos já correspondem 98% dos passageiros transportados.

A projeção é que o transporte urbano de Fortaleza será 100% atendido por ônibus com autoatendimento até Janeiro/2020, embora essa data possa sofrer alterações. Hoje ainda é possível encontrar circulando nas ruas e avenidas de Fortaleza poucos ônibus operando com a função de cobrador.

A maioria dessas linhas onde os cobradores são encontrados plenamente é aquelas que tem acesso as Estações BRT através dos ônibus de 5 portas, são elas; 026, 028, 071, 073, 078, 079, 200, 222, 600, 609, 649, 650, 660, 670 e a 226 (apenas na Aguanambi).   

Em breve essas linhas também vão sofrer alterações para adaptações dos ônibus, onde a catraca desses veículos vão ser alteradas para a porta dianteira, padronizando assim todo o sistema de transporte urbano de Fortaleza com embarque dianteiro. 

Para atender essa mudança, um projeto para a colocação de catracas também deverá ser implantado nas Estações do BRT Bezerra de Menezes e Aguanambi já estão sendo planejados, fazendo com que o embarque e desembarque dos passageiros nessas estações sejam mais eficientes e seguindo o padrão do sistema BRT mundial.

É nesse momento, onde a função do cobrador de ônibus deixará de fato de existir no urbano de Fortaleza, embora que muitos desses profissionais já estão passando por capacitação para exercer novas funções dentro das empresas operadoras, tanto como motoristas, fiscais, mecânica, cargos internos e também como orientadores nas novas catracas das Estações BRT.

Crítica ao autoatendimento nos ônibus
Embora a grande maioria da população do transporte urbano de Fortaleza tenha abraçado a facilidade dos ônibus de autoatendimento. Muitas usuários com os cartões eletrônicos em mãos vem sendo penalizados com a ausência de pontos de vendas, em alguns casos o ponto até existe, mas o sistema de recarga está fora do ar ou o tempo para a realização de recarga se encerra ás 21:00 horas.

Outra crítica sentido pelo passageiro que embarca no ônibus apenas com dinheiro, vem sendo a falta dos cartões com valor de R$ 5,00 disponível para venda pelo motorista.

Como se vê, a população de Fortaleza vem fazendo sua parte em aceitar e adotar o ritmo da modernidade vendido pelo Sindiônibus e a Prefeitura de Fortaleza, mesmo sabendo que o autoatendimento esteja representando no desaparecimento do profissional cobrador.

Agora cabe o Sindiônibus fazer de tudo para garantir que nenhum usuário do transporte fique sem ter acesso de realizar a recarga desses cartões e muito menos fazer o passageiro se sentir constrangido ao embarcar num ônibus sem o cartão eletrônico. 

2 comentários:

  1. VERDADE PRECISEI EM UM DOMINGO RECARREGAR MEU PASSE E NAO TINHA PONTOS DE RECARGA FUNCIONANDO.JA QUE ESTAO ACIMA DA LEI, IMPEDINDO O LIVRE PAGAMENTO DO USUARIO DEVERIAM COLOCAR POTOS DE RECARGAS NAS ENTRADAS DOS TERMINAIS.

    ResponderExcluir

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.