Header Ads

ad

Reviva a linha Fortaleza x Exú na Expresso Asa Branca

Por Fortalbus
No final de 1996 foi criado a Expresso Asa Branca com a missão de operar a linha conquistada junto ao Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER), a linha interestadual era a Fortaleza/CE x Exú/PE. A criação dessa linha foi estratégica para a época, pois em seu percurso atendia importantes cidades cearense como Fortaleza, Iguatu, Juazeiro do Norte e Crato antes de cruzar a fronteira com Pernambuco.

Como na época, as cidades de Juazeiro do Norte e Crato apresentavam um alto crescimento no volume de passageiros, muitas empresas ficaram de olho nesse mercado, tendo em vista que a Rápido Juazeiro e Rio Negro apresentavam dificuldades em atender sozinhas essa grande demanda.

Foi aí que nasceu a Expresso Asa Branca, através de um braço operacional da Expressul, empresa essa que tinha uma longa tradição em transporte e bons serviços prestados na rota Fortaleza x Iguatu e toda região Centro Sul do Ceará.

O poder da boa imagem e qualidade da Expressul era tanta na região, que nada melhor atrelar a fama da Empresa com sua co-irmã recém criada. Então simultaneamente, a Expressul e a Expresso Asa Branca operaram ostentando a mesma identidade visual.

Com a proposta em oferecer aos passageiros ônibus novos, confortáveis e viagens mais rápidas fez com que a Expresso Asa Branca ganhasse a preferência de uma importante parcela do mercado entre os viajantes de Fortaleza e as cidades do Cariri (Sul do Ceará). 

O impasse dessa operação ganhou os tribunais judiciais, pois as empresas Rápido Juazeiro e Rio Negro (Grupo GERF) alegavam que a Expresso Asa Branca estava transportando indevidamente passageiros entre cidades dentro do Ceará, o que configurava um transporte intermunicipal e a prestação desse serviço pertencia as empresas do Grupo Empresarial Raimundo Ferreira (GERF).

Enquanto a batalha corria na justiça, a Expresso Asa Branca seguia conquistando mais passageiros e chegando a abrir horários extras para atender a demanda que optava viajar nos serviços da Empresa. Até que saiu a decisão da justiça, dando ganho de causa a Rápido Juazeiro e Rio Negro. 

Nesse período, a Expresso Asa Branca ficou limitada apenas a operar na rota interestadual na qual foi autorizada e sem realiar o transporte de passageiros entre Juazeiro do Norte/Crato para Fortaleza e vice-versa. Com isso, a Empresa perdeu grande parte dos viajantes e tentou se focar apenas na linha Fortaleza x Exú.

Com o tempo foi percebido que não havia uma demanda de passageiros entre a capital cearense e a cidade de Exú em Pernambuco que sustentasse a operação da linha, foi então que a Expresso Asa Branca decidiu operar essa linha.

Depois dessa participação no ramo interestadual, a Expresso Asa Branca usou toda sua experiência adquirida para operar várias linhas no intermunicipal do Ceará, através das linhas que ligavam Fortaleza as cidade de Boa Viagem, Parambu, Aiuaba, Arneiroz; Quiterianópolis e Tauá.

Em 2007, a Expresso Asa Branca saiu definitivamente da operação de linhas rodoviárias, vendendo suas operações para a recém-criada Viação Princesa dos Inhamuns.

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.