Header Ads

ad

Os ligeirinhos micro-ônibus da Viação Nordeste

Por Fortalbus 
Ônibus rodoviários de grande porte sempre fizeram parte da frota da Viação Nordeste em suas linhas interestaduais e no intermunicipais do Rio Grande do Norte. Mas ocorreu uma mudança nessa trajetória com a chegada dos primeiros micros ônibus na Empresa. 

Visando ofertar mais agilidade nas operações de algumas linhas intermunicipais por conta da entrada e forte atuação dos loteiros, como são chamados as vans cooperadas que fazem o transporte de passageiros no Rio Grande do Norte. 

A Viação Nordeste investiu na aquisição de quatro micro-ônibus executivos do modelo Comil Piá com chassi Volkswagen 8.140. Apesar do tamanho, os veículos transportavam 28 passageiros em poltronas reclináveis. Essa foi a rápida maneira que a Viação Nordeste encontrou para disputar passageiros com os loteiros, que já começavam a dominar as viagens entre a capital potiguar e o interior do Estado. 

Além disso, esses veículos eram ideais para atender algumas operações regionais que a Empresa mantinha no sertão como; Lajes, Assu, Angicos, Fernando Pedrosa entre outras. Outro motivo pela compra desses veículos era para atender a demanda dos aluguéis de ônibus para o turismo através da NEtur, onde alguns veículos da frota eram destinados para atender as viagens fretadas. 

Com o enfraquecimento da Viação Nordeste tanto no transporte intermunicipal e interestadual de passageiros, esse segmento de turismo assim como parte da renovação e a operação dessas linhas regionais foram perdendo espaço para a crise financeira e também pela forte concorrência. 

Mesmo assim esses veículos continuaram operantes na Empresa, recebendo muitas vezes as atualizações na pintura da Viação Nordeste, provando o quanto forte e inovador já foi a Nordeste e muitas outras empresas potiguares que até hoje seguem lutando para garantir um bom transporte ao usuário.

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.