terça-feira, 21 de outubro de 2014

Empresa São Benedito e sua trajetória de 26 anos operando linhas urbanas

Por Fortalbus
A Empresa São Benedito iniciou suas atividades no início da década de 1960, sendo fundada pelo Sr. Benedito Almeida, que transformou seu caminhão em misto numa época em que as distâncias se tornavam maiores devido as condições ruins das estradas. Há mais de 50 anos surgia uma das maiores empresas de transporte coletivo de passageiros do Ceará.

Mas só a partir de 1986, a São Benedito passou a operar no sistema de transporte coletivo urbano de Fortaleza, com as linhas José Walter/Expedicionários e José Walter/BR116 adquirida da Empresa Clotran. Com o aumento das operações a empresa decidiu construir em 1990, a garagem no bairro José Walter, principal reduto da empresa no urbano, naquela época, a linha José Walter/Centro via BR116 é dividida em AV. N e Av. I. 

Em meados de 1994, já na era do sistema urbano integrado, a São Benedito passa a operar de forma tímida nas linhas Parangaba/ Papicu e Antônio Bezerra/ Papicu, linhas essas que exigiam ônibus com a pintura padrão do Sit-For. Em 1996, a São Benedito passou a opera a recém criada linha Jardim Castelão.
Foto: Kenneth Deri Evans
A empresa mudou sua configuração acionária, essa mudança resultou na troca do código de referência de 27 para 39 da São Benedito AutoVia, que operava com uma média de 40 veículos atuando em 7 linhas do sistema urbano de Fortaleza: José Walter/Centro via BR116 AV. I, José Walter/Centro via BR116 AV. N, José Walter/Centro via Expedicionários, Antônio Bezerra/Papicu, Parangaba/Papicu, Jardim Castelão/Centro e Castelão/Parangaba.

Em 2012, a licitação do transporte urbano foi realizada pela Prefeitura de Fortaleza, na gestão de Luizianne Lins(PT), que prometeu mudanças no sentido de otimizar e proporcionar um transporte de qualidade ao usuário. Entretanto, essa mudança ressultou no encerramento das atividades da empresa em linhas urbanas. Desde então, o Grupo São Benedito atua somente no transporte metropolitano e intermunicipal. 

Empresas de ônibus seguem renovando suas frotas

Por Fortalbus
A Empresa Santa Maria, integrante do consórcio Antônio Bezerra, dá continuidade à renovação de sua frota. A empresa, que opera linhas com micro-ônibus no transporte urbano de Fortaleza desde o final da década de 1990, mantém a tradição em adquirir veículos de chassi leve. O veículo que fará parte da frota é 20415.
Foto: Willian Rufino
A Empresa Vitória, com 58 anos de atividades, vem recebendo seus Torinos climatizados. Com preferência para veículos da carroceria Marcopolo e chassis da marca Mercedes-Benz, foi a primeira empresa do nordeste a trazer em 2014 veículos do modelo New Torino. Agora, pensando em oferecer um conforto maior aos seus usuários, a Empresa Vitória está adquirindo um lote de 09 unidades da carroceria Marcopolo, modelo Novo Torino e chassi Mercedes-Benz OF-1721. 
Foto: Lucas Lima

Fortaleza: Confira as linhas de ônibus que darão acesso ao shopping RioMar

Situado em um local estratégico da cidade, o acesso de transporte público ao shopping irá facilitar aos usuários de coletivos. Serão sete linhas de ônibus que contam com sete paradas nas ruas do entorno do shopping: duas paradas na Rua Prisco Bezerra (em frente a Lagoa do Papicu), uma parada na Rua Des. Lauro Nogueira (entrada principal do shopping), duas na Almeida Prado e duas na Rua José Rangel.

*712 - Conjunto Palmeiras/Papicu – Percorre o Conjunto Sítio São João, Messejana e trafega pela Av. Washington Soares e Engenheiro Santana Júnior.

*753 - Cidade 2000/Sargento Hermínio – Percorre a Cidade 2000, Av.Santos Dumont, Av. Duque de Caxias,  Rua Costa Barros, Av. Sargento Hermínio Sampaio e Avs. Francisco Sá e Dr. Theberge.

*810 - Papicu/Praia do Futuro – Trafega pelo Terminal Papicu, Av. Santos Dumont, FANOR, Praia do Futuro, Praça 31 de Março e  Av. Dioguinho.

*833 - Cidade 2000/Centro – O trajeto inclui passagem pela Av. Tristão Gonçalves, Av. Santos Dumont, Hospital Geral de Fortaleza, Av. Duque de Caxias, Cidade 2000 e Rua Costa Barros

*841 - HGF/Papicu/Riomar – O percurso inclui os seguintes locais: Terminal Papicu, Rua Des. Lauro Nogueira, Hospital Geral de Fortaleza, Rua Almeida Prado, Rua José Rangel e Rua Prisco Bezerra

*813 - Papicu/Praia do Futuro II (aos domingos) – Percorre a Av. Santos Dumont, Cidade 2000,  Praça 31 de Março, Av. Dioguinho, Praia do Futuro e Terminal Papicu

*831 - Papicu/Hospital Geral/Cidade 2000 (aos domingos) – O trajeto inclui paradas no Terminal Papicu, Hospital Geral de Fortaleza,  Rua Dr. Francisco Matos, Av. Central/Cidade 2000, Av. das Graviolas e Cidade 2000.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Por onde anda: Guanabara 548

Por Fortalbus
A edição de hoje mostra por onde anda uma das unidades do modelo Paradiso G6 1200 que pertenceu à Expresso Guanabara. Este veículo 548, equipado com 46 lugares. A Guanabara por adotar uma política de renovação constante da frota que adquire, a cada ano, novíssimos veículos de acordo com as suas necessidades de expansão, por isso é fácil encontrar seus antigos exemplares em frotas de outras empresas país a fora. Confira:

Vamos iniciar a trajetória intensa deste veículo, que depois de fazer parte da frota da Guanabara, passou por várias empresas. A empresa que comprou o antigo carro 548 da Guanabara foi a Lógica Turismo, com sede em João Pessoa-PB, a empresa que tem forte atuação em turismo, fretamento na Paraíba. O destaque deste veículo na frota da Lógica foi os dois prefixos na qual o ônibus foi renumerado 20 e 30
Foto: Welder Dias
Fundada em 1966, a Rio Tinto nasceu com o objetivo de transporte de passageiros intermunicipais na Paraíba, começando a atuar nas linhas João Pessoa a Mamanguape e João Pessoa a Rio Tinto. Desde 2006 foi adiquirida por outra empresa e com nova denominação Viação Rio Tinto Ltda, e logo após este ajuste incorporou novas linhas que pertenciam a outras empresas, desta forma atendendo, além do Vale do Mamanguape todo o Brejo Paraibano. Na Rio Tinto o veículo recebeu o prefixo 1455.

Durante mais de quatro décadas, a Viação Nordeste mantém a ligação entre as capitais Fortaleza e Natal, sendo esta, a primeira linha interestadual da empresa fundada no ano de 1965. De lá para cá, a Viação Nordeste cresceu e adquiriu o direito de exploração de outras linhas interestaduais, além das intermunicipais no estado do Rio Grande do Norte. Na frota da Viação Nordeste recebeu o prefixo 1480 até os dias atuais.
Foto: Danilo Vitorino
   (Dados do veículo: Paradiso G6 1200 Mercedes-Benz O-500RS Ano: 2005 Placa: HXH-9466)

Fortaleza: População aprova ônibus articulado

Em circulação em Fortaleza, o ônibus articulado está aguçando a curiosidade da população e foi aprovado pelos passageiros. O veículo que funciona de forma experimental fazendo a linha 082, que realiza o trajeto Antônio Bezerra/Perimetral/Messejana.

No terminal de Messejana, um dos pontos de saída da linha, a maioria dos passageiros tem estranhado o novo ônibus, fazendo muitas perguntas ao entrar, principalmente sobre o itinerário. Outros nem se arriscaram a explorar o veículo até o final e preferiram ficar de pé, próximo ao motorista.  A aposentada Maria Estela ficou surpresa e quase não entrava no novo ônibus. “Pensei que eu tivesse errado a parada, mas eu não estava enganada. Perguntei ao motorista se os pontos de paradas ainda eram os mesmos, pois fiquei com medo que o itinerário tivesse mudado também”, disse aprovando o conforto. “É mais espaçoso, dá para ir sentada e tem até ar-condicionado”, contou.

O motorista da linha 082, Carlos Cristiano, nunca tinha dirigido um ônibus articulado, mas assegurou que achou fácil devido à sua experiência com carretas. “É um carro muito bom de dirigir e de fácil adaptação. Não fiz nenhum curso, mas como eu era motorista de carreta já sei como manobrá-lo”, acrescentou, afirmando que o ônibus tem vários itens de conforto. “Gostei muito do sistema automático, porque acabou com a fadiga do braço e da perna, que incomoda muito os motoristas dos ônibus convencionais”, explicou.

Segundo a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), os motoristas não passaram por treinamento específico para dirigir o novo ônibus, é preciso apenas que tenham habilitação E. “Dezenas de motoristas já possuem essa capacitação, então à medida que os veículos forem chegando já teremos motoristas aptos para dirigi-los”, informou a assessoria.

Paulo Ferreira é motorista de ônibus há 10 anos e estava empolgado com o novo veículo em circulação. Ele disse que até pensa em tirar carteira E para poder dirigir algum dos novos modelos. “Gostei do ônibus, muito bonito e parece ser bom de trafegar com ele nas ruas”. Porém, Ferreira lembrou que os motoristas dos novos articulados ganham mais responsabilidade ao dirigi-lo. “No articulado, nós transportamos 100 pessoas a mais em comparação com o comum. Então, a responsabilidade dobra”, alertou.

Já o cobrador Eden Melo citou o conforto como um dos melhores itens do ônibus. “O calor e o sol cansam muito o nosso trabalho. O ar-condicionado, com certeza, deixa o trabalho e a viagem dos passageiros mais confortável. Todos ficam felizes quando entram”. Ele destacou, ainda, que, quando o novo ônibus articulado passa nas ruas, algumas pessoas acenam e tiram fotos. “Estão gostando da novidade”.

O ônibus articulado tem como característica principal o aumento da capacidade de passageiros, passando de 95 para 150 lugares. Além disso, itens de conforto como ar-condicionado, suspensão pneumática, câmbio automático, portas elétricas, câmeras de ré e de segurança espalhadas no veículo. Os ônibus também contam com portas elevadas, que serão utilizadas nas estações do corredor Antônio Bezerra/Centro e portas na altura padrão, para as paradas no restante da cidade.

A linha 082 foi escolhida para iniciar o experimento por fazer a ligação entre os dois grandes terminais da cidade, Antônio Bezerra e Messejana, passando por vias como Av. Mister Hull, R. Cel. Matos Dourado, R. Cônego de Castro, Av. Pres. Costa e Silva e Av. Jornalista Tomás Coelho. Segundo a Etufor, o ônibus articulado será acrescentado à frota dessa linha até o início da operação do corredor Antônio Bezerra/Centro, passando a operar exclusivamente no corredor após a inauguração.  O veículo articulado circula diariamente entre 5h45 e 20h23, com o preço normal da tarifa: R$ 2,20 (inteira) e R$ 1,10 (meia).

A assessoria da Etufor informou, também, que outro ônibus articulado está em processo de licenciamento e deve iniciar a operação em breve. “A expectativa é que oito articulados estejam circulando no corredor Antônio Bezerra/Centro até o final desse mês”, garantiu a Etufor.
Com informações: O Estado
© 2010-2014. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados