quinta-feira, 30 de outubro de 2014

A história da linha Campus do Pici - Unifor

Por Fortalbus
Ela é uma daquelas poucas linhas de ônibus que possuem forte identificação com a cidade, não é a toa, pois já são três décadas servindo ao povo fortalezense. Difícil encontrar alguém que nunca andou de 75, seja pra ir ao trabalho, shopping, visitar amigos, ir à Igreja ou simplesmente ir até a escola ou faculdade, afinal, a linha respira estudantes, até no nome.
Ponto de partida da linha Campus do Pici - Unifor na UFC
E foi com este intuito, que em 1983, após pedidos dos estudantes de Fortaleza que demonstravam a necessidade de uma linha de ônibus ligando duas das mais importantes universidades cearenses, que surgiu a Campus do Pici – Unifor, ligando a Universidade Federal do Ceará à Universidade de Fortaleza.
Ônibus da CTC no primeiro ano de operação da linha
Desde os primeiros anos da década de 1980, a antiga Secretaria de Transporte do Município vinha realizando estudos técnicos para um possível itinerário que ligasse esses dois complexos universitários. A princípio, estes estudos revelaram a ineficiência da linha, se viesse a ser implantada como serviço regular. Um dos principais motivos de sua inviabilidade seria o alto intervalo de espera entre dois ônibus e excesso de capacidade ociosa, pois o Campus do Pici funcionava somente até às 20 horas.
Clique para navegar no itinerário da linha 75
Foram analisados sete percursos diferentes, com a preocupação de atender a outros usuários, através da interligação de pólos residenciais, comerciais e industriais. Depois de insistentes pedidos das duas universidades e da necessidade dos funcionários e alunos de serem atendidos por uma linha de ônibus que liga a zona oeste e leste da cidade, a Secretaria de Transportes finalmente implantou a linha Campus do Pici - Unifor em agosto de 1983.

Atualmente, servindo uma região considerada corredor estudantil que é a Avenida 13 de maio, a linha 75 também transporta uma grande demanda de passageiros com os mais variados perfis, pois liga as zonas oeste e leste da capital. No seu percurso estão incluídos dois grandes shoppings, a reitoria da UFC, escolas, o IFCE, a Igreja de Fátima, Assembléia Legislativa do Ceará, clínicas, além de importantes pontos comerciais.

Por toda a cidade de Fortaleza, às vezes é necessário um pouco de paciência para encarar o trânsito caótico em horários de pico, inclusive na linha 75, afinal, grande parte do seu itinerário possui apenas duas faixas por sentido. O trafego flui mais intenso a partir das avenidas Eng. Santana Junior e Washington Soares, pois a via ganha ares de rodovia. Com a conclusão dos túneis e a construção dos viadutos naquela região, espera-se que a viagem se torne um pouco mais rápida a bordo do coletivo.

Curiosidades da linha 75
No ano 2000, a linha ganhou os primeiros dois ônibus equipados com ar condicionado, adquiridos pela Empresa São José de Ribamar.

Com 31,6 quilômetros de extensão, todos os ônibus que operam atualmente são da Empresa São José Transporte Urbano.

A frota operante é de 17 veículos em dias úteis, 09 aos sábados e 05 aos domingos, totalizando 107, 66 e 43 viagens, respectivamente.


Por onde anda: Viaggio G7 1050 na Expresso Guanabara

Por Fortalbus
Eram apenas duas unidades em meio à uma gigantesca frota padronizada com os ônibus mais novos da região. Os únicos modelos Viaggio G7 1050 da Expresso Guanabara, prefixos 981 e 982, deixaram recentemente à sua moderna frota, permanecendo assim, apenas quatro anos na empresa cearense.

Além de serem os únicos Viaggio G7 1050 da frota, eram também os únicos que tinham a configuração do chassi diferenciada para este modelo, pois eram O-500R, ao contrário dos demais que eram O-500RS quando na versão 4x2.

Enquanto a carroceria apresentava alguns centímetros a menos de altura em relação ao modelo padrão 1200, o motor que equipava o chassi O-500R também era menor, com apenas 305 cv de potencia e 1.200 Nm de torque.

Fabricados em 2009, as duas unidades do modelo G7 1050 eram da classe Galant, ou seja, serviço convencional com 46 poltronas. Nos últimos anos de operação na Expresso Guanabara, ambos costumavam rodar na linha Fortaleza x Sobral, percurso com aproximadamente 240 quilômetros, mais apropriado para a configuração desses veículos.

Atualmente, os únicos G7 1050 que pertenceram à Expresso Guanabara fazem parte da frota da Alternative Tour, empresa com sede no estado do Rio de Janeiro e que atua no transporte fretado e turístico de passageiros.  Com apenas quatro anos de uso, os antigos 981 e 982 incrementam a frota da empresa fluminense, pois estão em perfeito estado de conservação.
Antigo 982 agora na Alternative Tour com o prefixo 2038

Fortaleza: Mudanças em paradas de ônibus causam transtornos à população

Moradores do Parque Dois Irmãos, na Capital, reclamam de uma mudança feita pela Prefeitura de Fortaleza. Uma parada de ônibus na avenida Bernardo Manoel foi deslocada para outro ponto da avenida.

Mas o local escolhido, além de ser bem distante do outro, oferece riscos aos usuários do transporte coletivo. O antigo ponto ficava próximo de condimínios residenciais e do retorno da avenida, local movimentado com pouco risco de assalto. 

Agora é necessário se deslocar à nova parada, em frente a uma oficina de carros, nada movimentada. A outra opção é fazer uma longa caminhada e pegar em outra parada que, até então, não existia. 

A parada de ônibus mais criticada pela população fica próxima a um supermercado, porém, em frente a um terreno baldio. O problema é que pela manhã, os usuários ficam expostos ao sol. À noite, eles temem os constantes assaltos. 
Com informações: Tv Diário

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Fortaleza: Os veículos do primeiro corredor BRT Antônio Bezerra/Centro

Por Fortalbus
Com a recente inauguração do novo Terminal Antônio Bezerra e a adoção de diversas faixas preferenciais para ônibus, o BRT de Fortaleza está cada vez mais consolidado. O chassi articulado Volvo B340M é o carro-­chefe dos BRTs de diversas cidades do mundo. Além de priorizar a capacidade de passageiros, o veículo possui computador de bordo com diagnóstico de falhas, motor horizontal e já é adaptado para transporte em plataformas.

O ônibus articulado da Viação Santa Cecília, foi o primeiro a chegar para as operações no Expresso Fortaleza, foi apresentado à população e à imprensa no novo terminal de Antônio Bezerra. O veículo, como não poderia deixar de ser, despertou a atenção dos transeuntes que passavam pelo local. Antes de iniciar as operações no corredor Antônio Bezerra/Centro, o veículo articulado está em operação na linha 082-Antonio Bezerra/Messejana via Perimetral.

As unidades do modelo Viale, modelo BRT produzido pela Marcopolo, já chegaram em Fortaleza para a ilustrar as frotas das Empresas Auto Viação Dragão do Mar, Viação Siará Grande, Vega S/A, Auto Viação Fortaleza, Viação Urbana, Maraponga Transportes. 

O modelo escolhido pela Mercedes-Benz foi o O-500 MA Articulado Piso Alto, é a mais moderna e rentável solução para atender à demanda de passageiros nos grandes centros urbanos. Incorporando todas as vantagens da tecnologia Mercedes-Benz, este chassi vem equipado com motor eletrônico OM-457 LA (Proconve P-7), posicionado na traseira do veículo, o que traz maior facilidade na manutenção diária, melhor dirigibilidade com mais segurança e menor risco durante a época de chuvas. 

A São José é mais uma a entrar para esse time. Depois de testar duas unidades de articulados em fevereiro e março deste ano, chegou em Fortaleza sua primeira unidade. Trata-se do modelo Mega BRT, da gaúcha Neobus, montado com chassi O-500MA BlueTec V. De prefixo ainda não definido, o ônibus reforçará a conceituada frota da empresa, que mantém sua tradição pela encarroçadora Neobus.

A Ceará Diesel, empresa do Grupo Guanabara, entrega na quinta-feira 30/10, os primeiros sete novos ônibus urbanos articulados, de um lote de 20 unidades que foram vendidos para oito empresas que atuam no transporte urbano de Fortaleza. Vega, Viação Fortaleza, Viação Urbana, Dragão do Mar, Siará Grande, Viação São José e Maraponga investiram juntas cerca de R$ 6 milhões na frota.

Fortaleza: Em virtude de novo shopping, sete linhas de ônibus são alteradas

Sete linhas de ônibus de Fortaleza foram ampliadas para atender a demanda do movimento da população nos entornos do bairro Papicu, em virtude da abertura do Shopping RioMar Fortaleza, que acontecerá na quarta-feira, 29. As linhas alteradas abrangem várias regiões da Capital, como Messejana, Siqueira, Parangaba e Centro.

A Prefeitura de Fortaleza afirma que a região já possui um amplo serviço de transporte coletivo, mas por meio da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), responsável pelas rotas, esta ampliação será um benefício para funcionários e frequentadores. Além disso, o RioMar também já havia realizado algumas melhorias, além de receber sete novas paradas de ônibus.

Conheça as ampliações:
753 – Cidade 2000/Sargento Hermínio

831 - Papicu /Hosp. Geral/Cidade 2000

833 - Cidade 2000/Centro

Passarão a fazer um contorno no shopping, seguindo pela rua Doutor Francisco Matos, rua Prisco Bezerra, rua José Rangel, rua Almeida Prado, rua Des. Lauro Nogueira e rua Batista de Oliveira.

050 - Siqueira/Papicu/Washington Soares

053 - Messejana/Papicu/Washington Soares

066 - Parangaba/Papicu/Aeroporto

Estas circulavam pela avenida Sebastião de Abreu e dobravam à esquerda na avenida Padre Antônio Tomás, passarão a seguir seus percursos pela rua Professor Otávio Lobo, rua Doutor Gilberto Studart, rua Doutor Francisco Matos, retornando pela avenida Santos Dumont.

086 - Bezerra de Menezes/Santos Dumont

O itinerário será estendido, seguindo pela avenida Santos Dumont, rua Batista de Oliveira, rua Doutor Gilberto Studart, rua Professor Otávio Lobo, rua Riachuelo, rua Almeida Prado e retorna ao terminal.
Fonte: O Povo
© 2010-2014. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados