domingo, 20 de agosto de 2017

Empresa Gontijo com novidades em sua frota

Por Fortalbus
A Empresa Gontijo é consolidada no mercado de passageiros e carrega consigo dois grandes títulos relevantes, a posição de maior empresa de ônibus rodoviário do Brasil, e também é a empresa que apresenta a maior presença de ônibus Scania do mundo em sua frota. Agora a Empresa está com novidade na frota, com a presença de um veículo 0 km de chassi Mercedes-Benz.

A Mercedes-Benz atenta às necessidades de seus clientes vem buscando uma aproximação com frotistas que adotam outros tipos de chassis. Por conta dessa iniciativa, a empresa vai disponibilizar o modelo de chassi O-500 RSD para a Gontijo iniciar uma série de testes com o veículo. 

A relação da Empresa Gontijo com a Mercedes-Benz vem de longa data, mas se intensificou na junção das marcas Gontijo e Cia. São Geraldo, já que na frota da São Geraldo a presença de veículos da marca Mercedes-Benz é maior, fazendo com que a empresa nessa conjuntura ampliasse seu parque mecânico tambem com outros tipos de chassis.

O modelo escolhido para essa fase de testes será o Paradiso G7 1200, já na linha de finalização da Marcopolo. Após receber o veículo, a Gontijo irá realizar uma bateria de testes com o chassi O-500 RSD BlueTec 5, visando reconhecer as vantagens apresentadas pela Mercedes-Benz como os itens relacionadas a robustez, durabilidade, tecnologia, economia de combustível e rentabilidade.

O ônibus Paradiso 1200 que será testado pela Gontijo terá o serviço Premium Executivo e têm 14 metros de comprimento, capacidade para transportar 46 passageiros em poltronas Soft, sistemas de ar condicionado, toalete, geladeira e internet a bordo.

sábado, 19 de agosto de 2017

Após 02 anos, Viação Princesa do Agreste deixa um rastro de saudade

Por Fortalbus
Mesmo fazendo apenas dois anos do encerramento das operações rodoviárias interestaduais da Auto Viação Princesa do Agreste, a empresa fundada por Lourival José da Silva ainda permanece viva nas lembranças e reencontros que muitos passageiros viveram a bordo de suas rotas e ônibus com destaques nordestinos. 

A historia da empresa é rica, e sua operação contribuiu muito com o desenvolvimento e integração de um povo, uma região. A Auto Viação Princesa do Agreste que durante muitos anos operou no Ceará, transportando os romeiros de Recife para a capital da fé, vinha passando há alguns anos por dificuldades em manter as linhas ligando os Estados do Ceará, Pernambuco, Piauí e Maranhão.

É lamentável que já se passou dois que a Viação Princesa do Agreste, depois de tanto lutar para conseguir seu espaço no mercado rodoviário, tenha chegado ao fim. Por outro lado, esse final já se demostrava inevitável, pois a empresa já sofria uma forte pressão da concorrente em suas operações entre as rodovias BR 232 e BR 316.

Sua última aquisição ocorreu em 2010, com a chegada de unidades 0 km do modelo Paradiso G7 1200 com chassis Mercedes-Benz 0-500 RS e RSD. Naquele momento o mercado de transporte rodoviário assistia com muito entusiasmo a compra desses equipamentos, garantindo aos passageiros fiéis da empresa, uma viagem com conforto, segurança e tecnologia embarcada.

Até que a crise da empresa ficou mais acentuada entre 2014 e 2015, tendo sua trajetória encerrada em junho de 2015, quando a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), através da resolução 4.741, transferiu todas as linhas e serviços de prestados pela Auto Viação Princesa do Agreste para a Auto Viação Cruzeiro, empresa ligada ao Grupo ADTSA Progresso.

Naquele momento a Princesa do Agreste encerrava sua história de luta e dedicação ao transportes de passageiros, os ônibus nas cores Marron, Laranja e Branco foram deixam de operar nas linhas Recife x Crato, Recife x Teresina, Recife x Floriano, Araripina x Floriano, Floriano x Imperatriz e Teresina x Caruaru, deixando apenas as saudades de quem viveu essa época.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Conheça as empresas de ônibus que operam na linha Fortaleza x Belém

Por Fortalbus
O passageiro que precisa viajar entre as cidades de Fortaleza e Belém (PA) tem ótimas opções para chegar ao seu destino. Três empresas rodoviárias operam neste trecho de aproximadamente 1.570 km, com ótimos veículos e a preços competitivos. A vantagem dos passageiros é ter alternativas ao viajar entre essas cidades, algo raro, pois na maioria dos trechos não há tanta concorrência disponível assim. As empresas de ônibus que operam neste trecho atendem cada vez mais uma demanda crescente de passageiros, fugindo dos altos preços das passagens aéreas.

Essa linha de ônibus iniciou as suas atividades em 1976, quando o Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER), órgão regulador na época, concedeu a concessão da linha rodoviária para as empresas cearenses Expresso Ipú Brasília e Expresso Timbira, fato esse que colocou as duas empresas cearenses entre as mais modernas e bem aparelhadas do país.

No início das operações, os ônibus da linha Fortaleza x Belém não eram equipados com sanitários, pois na época eram proibidos pelo Departamento Nacional de Estradas de Rodagem. Mas, as empresas de ônibus vencedoras construiram terminais e pontos de paradas em toda extensão da linha, para atendimento dos usuários.

Na década de 1980, a Expresso Ipú Brasília vende suas operações nessa linha para a Viação Itapemirim S/A, que naquele momento vivia um grande processo de crescimento. Com a entrada da Viação Itapemirim, a disputa por cada passageiro ficou acirrada com a Expresso Timbira. Em 2000, a Expresso Timbira vendeu todas as suas operações rodoviárias para a cearense Expresso Guanabara, que ampliava seus mercados.

Entre 2000 e 2016, a Viação Itapemirim e Expresso Guanabara dividiram a linha sozinhas com vários horários diários e tipos de operações diferentes. A Viação Itapemirim sempre operou o trecho passando por fora de Teresina, já a Expresso Guanabara que opera mais horários optou pela flexibilização do embarque e desembarque de passageiros também na Rodoviária de Teresina (PI). 

Em 2016, a Real Maia entrou nessa disputa através de seccionamentos da linha Belém x Natal via Fortaleza, mais ainda não caiu no gosto popular do passageiro que faz o trecho com frequência.

Expresso Guanabara
Desde 2000, a Guanabara oferece três horários diários, ofertando tarifas convidativas, segurança, conforto e um programa de fidelidade. O passageiro dessa linha sempre viaja num ônibus tipo executivo, do modelo Paradiso 1200 com 14 metros de comprimento, capacidade para transportar 46 passageiros sentados e chassi Mercedes-Benz O500 RSD 2436. Os ônibus que operam nesta linha é equipada com 46 poltronas Super Soft com espuma viscoelástica no encosto de cabeça, sistemas de ar condicionado, de áudio e vídeo, toalete e geladeira.

Horários partindo de Fortaleza: 10:00, 13:00 e 16:00 hs
Tarifa: R$ 195,00
Tempo de viagem: 26 horas

Viação Itapemirim
Para esta linha, a Viação Itapemirim sempre escala os ônibus do modelo Paradiso 1200 com 42 poltronas semileito de 1.060 mm de largura e ofertam também sistema de ar-condicionado, calefação, três monitores, áudio individual, janelas laterais com vidros colados e uma configuração interna diferenciada, com dois sanitários (um exclusivo feminino e outro masculino).

Horário partindo de Fortaleza: 12:30 hs
Tarifa: R$ 191,00
Tempo de viagem: 24 horas

Real Maia
A Real Maia começou a operar a linha Belém x Palmas via Fortaleza há pouco mais de 1 ano. A linha começou com veículos operando em trânsito por Fortaleza, fazendo com que muitos passageiros reclamassem da ausência de pontualidade. Hoje a Empresa dividiu a linha em dois trechos, um entre Fortaleza x Belém via Teresina operando com veículo Marcopolo Double Decker 1800 e outro trecho operado com um Marcopolo Viaggio G7 1050 entre Fortaleza x Palmas via Petrolina, mas em ambas as operações ostenta um único itinerário no destino, a Belém x Palmas.

Horário partindo de Fortaleza: 18:45 hs
Tarifa: R$ 184,00 (Executivo) e R$ 226,00 (Leito)
Tempo de viagem: 28 horas

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

A última aquisição da Viação Cidade Luz

Por Fortalbus
A Viação Cidade Luz iniciou suas atividades em 2003, mas sua diretoria já tinha muita bagagem na história do transporte de passageiros do Ceará. Os jovens empresários Marcelo, Marco Petrônio e Marcus Abreu Carlos voltaram as atividades no transportes no Ceará, através da aquisição da Autoviária Freitas, os mesmos sempre almejavam voltar ao seu estado, pois já tinham alcançados o sucesso e experiência no transporte coletivo de Aracaju e Salvador. 

A Empresa nasceu com um desafio de servir a população do grande Siqueira com qualidade, porque antes viviam com um transporte precário e alvo de muitas reclamações. Com uma frota semi nova foi ganhando a confiança e credibilidade juntos aos usuários e com passar dos tempos foi renovando sua frota com veículos 100% novos. 

Com uma imagem leve e inovadora, a Cidade Luz com o código (40), foi crescendo suas operações, até o dia 1° de outubro de 2010, quando a empresa passou a se chamar Fretcar Transportes Urbanos Ltda, operando com um novo código no sistema integrado (19). Com essa mudança, a empresa unificou a mesma denominação do grupo atuante no transporte rodoviário e metropolitano de passageiros, passando ser diferenciadas apenas pelo setor de serviço prestado, deixando a marca cada vez mais forte no mercado.

A última renovação foi em 2010, 40 dias antes da migração entre Cidade Luz para Fretcar. A compra de 10 novos ônibus do modelo Marcopolo Torino, com o chassis Mercedes-Benz OF-1418, com os prefixos 40010, 40013, 40016, 40019, 40022, 40025, 40028, 40031, 40034 e 40037. 

Na época, esses veículos iniciaram as operações nas linhas: (097) Antônio Bezerra/Siqueira, (314) Henrique Jorge, (333) Bom Jardim/Centro, (367) Conj. Ceará/Bom Jardim e (355) Siqueira/José Bastos. Com a chegada dos novos ônibus, foram desativados os veículos Ciferal de duas portas: 968, 969, 970, 972, 973, 974 e 975.

Empresa do Rio de Janeiro estreia ônibus com vidros blindados que suportam calibre 38

O Brasil já é detentor do recorde, nada agradável, de líder mundial em quantidade de carros blindados com o avanço da onda da violência em todo o país. Agora, a Transportadora Única, de Teresópolis-RJ, apresentou novos ônibus com vidros blindados. Tratam-se de ônibus com carroceria Marcopolo Geração VII, modelo Paradiso 1200.

De acordo com matéria publicada no Jornal Tribuna de Petrópolis, os veículos serão destinados ao projeto projeto do Tour Petrópolis. Essa iniciativa contempla passeios nos coletivos por toda a cidade através de uma rota nos pontos turísticos, cervejeiros, polos de moda, gastronômico, hoteleiro e ainda nos distritos.

Como foi mencionado acima, a mais surpreendente inovação desses ônibus é o fato de contarem com vidros blindados, capazes de suportarem disparos provenientes de calibre 38. Além disso, outro destaque é a presença de elevador especial, com tecnologia de ponta, destinado a portadores de necessidades especiais (havendo dois lugares destinados a esse público).

Ainda de acordo com as informações, o diretor de operações da Transportadora Única, senhor Luis Assumpção, declarou que “As poltronas são maiores, com 58cm de largura, o espaço entre as poltronas também. Por isso é normal que o ônibus seja maior que os outros, ele tem 14,40m de comprimento. Os cinco coletivos possuem banheiro, televisão, e um tipo de ar condicionado novo, pois além de ser bactericida também é fungicida, e tem os filtros trocados mensalmente.”
Fonte: AutoVídeos com informações extraídas da Tribuna de Petrópolis

Viação Urbana e Vega Transporte ganham o prêmio Melhores Empresas para Trabalhar 2017

As Melhores Empresas para Trabalhar Brasil 2017, do prêmio GPTW – Great Place to Work premiou em São Paulo, as empresas de transporte coletivo, associadas ao Sindiônibus, Viação Urbana e Vega Transporte. Duas mil empresas se inscreveram e apenas 150 foram certificadas as melhores do Brasil. As duas empresas de ônibus do Ceará ficaram na categoria Empresa de Grande Porte. A Vega Transporte possui atualmente 1.581 funcionários e a Viação Urbana 1.320.

A conquista das empresas de ônibus cearenses já se repete há seis anos. Desde 2012, a Aliança Transportes, outra empresa associada ao Sindiônibus, ganha o prêmio GPTW Ceará. Em 2013, A Viação Urbana ganhou o prêmio Brasil e Ceará. Em 2014 e 2015 ela ganhou o estadual e em 2016 o nacional e estadual novamente. A Vega Transporte ganhou em 2015 o GPTW Ceará e, em 2016, o prêmio Brasil.

O processo que determina a posição das empresas no ranking é calculado de acordo com o envio da pesquisa realizada com os funcionários das empresas, a avaliação de práticas culturais, questionários complementares e os comentários dos funcionários.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Marcopolo Paradiso G7 1600 é a nova aquisição da Viação Nordeste

Por Fortalbus
A forte concorrência entre as empresas de transportes terrestres que fazem os trechos entre Fortaleza x Natal e Natal x João Pessoa tem garantido benefícios aos usuários. Além das promoções e da queda no preço das passagens, a frota de ônibus rodoviário vem sendo renovada gradativamente e com inovações tecnológicas, garantindo atrativos a mais aos usuários. 

A Viação Nordeste renovou parte da frota com a aquisição do seu primeiro veículo Paradiso G7 1600, mostrando cada vez mais a presença de produtos Marcopolo na empresa. Além dessa aquisição, outro destaque é a mudança em parte do layout com a inclusão na pintura da logomarca da empresa, que no passado sempre marcou presença na frota.

O veículo que recebeu o prefixo 1717 é semi-novo, mas trás como diferencial uma série de inovações, entre elas um maior espaço e reclinação nas 44 poltronas, climatização, tomadas para carregamento de celular e outros equipamentos, como monitores de tv, frigobar, banheiro e um amplo espaço para bagagens, tudo isso sobre o chassi Mercedes-Benz O-500 RSD.

Por conta do seu porte, o Paradiso G7 1600 será escalado em breve nas principais rotas da empresa como Fortaleza x Natal via Mossoró, Natal x Mossoró, Fortaleza x João Pessoa, Natal x Campina Grande e Natal x João Pessoa.
© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados