sexta-feira, 1 de julho de 2016

Ceará Diesel apresenta todas as novidades da Mercedes-Benz para o mercado cearense

Por Fortalbus
A concessionária Mercedes-Benz Ceará Diesel, apresentou em clima de festas juninas, os novos ônibus de um lote que foram vendidos para as empresas; Viação Fortaleza, Viação Dragão do Mar, São José Transportes, Fretar Logística, JMC Transportes, Expresso Novo Maranguape, Crateús Turismo, Fretcar Urbano e Rodoviário, Via Metro, Empresa Vitória e Expresso Guanabara. 

Uma oportunidade única de empresários e busólogos trocarem informações e conhecer estes novos e modernos veículos de perto, mostram-se empenhados em mudar este cenário, oferecendo uma melhor qualidade para o transporte. As empresas de ônibus atuantes no Ceará estão reafirmando nessa compra, a confiança depositada nos produtos Mercedes-Benz, aliadas com as encarroçadoras Marcopolo, Caio Induscar, Neobus e Comil.

O gerente comercial da Mercedes-Benz, Odmar Feitosa, apresentou as novidades e toda a tecnologia embarcada nesses novos veículos, demonstrando a relação de proximidade entre o frotista e a concessionária, que sempre se destacou pelo excelente atendimento tanto para os veículos quanto para os seus clientes. Qualidades como essas a fizeram uma das maiores revendas Mercedes-Benz no Brasil.

A grande surpresa da noite foi a apresentação do primeiro Double Decker da Expresso Guanabara que recebeu todas as atenções, por conta da tecnologia embarcada neste veículo. O Marcopolo Paradiso 1800, com motorização Mercedes-Benz O-500 RSD, 60 poltronas reclináveis com encosto de pernas, sendo 48 poltronas executivas no piso superior, 12 poltronas Leito com sistema de entretenimento de bordo individual, wi-fi, tomadas para celular, entre outros atributos.

A Comil, através da recente aquisição da Fretcar, ilustrou a noite com o lançamento Invictus 1200, oferecendo um novo design em sua carroceria. A Caio Induscar fez bonito diante do sucesso de vendas que vem alcançando entre as empresas urbanas e fretamento.

O Fortalbus parabeniza a todos que fazem a Ceará Diesel, reconhecida nacionalmente como uma das melhores concessionárias Mercedes-Benz no Brasil. Nosso agradecimento especial a Odmar Feitosa, responsável por mais este evento de sucesso que marca o começo de mais uma etapa de tecnologia. 

A Ceará Diesel prima pela qualidade no atendimento, responsabilidade sócio-ambiental, investindo no bem estar de seus colaboradores, merecendo todo o nosso prestígio e orgulho, pois o Ceará está muito bem representado no mercado de caminhões e ônibus.

Empresa Santa Maria segue renovando sua frota com Neobus

Por Fortalbus
A Empresa Santa Maria é uma das mais tradicionais do segmento urbano, segue com sua política incessante de renovação de frota, proporcionando mais qualidade, conforto e segurança aos usuários que se deslocam diariamente. Os ônibus, fabricados pela encarroçadora Neobus, são do modelo Mega Plus, com motorização Mercedes-Benz OF-1519, além do ar condicionado, todos já estão adaptados para o acesso de portadores de necessidades especiais e são dotados de tecnologia de última geração. 

Os novos ônibus de prefixos 20604 e 20647, chegam para renovar o cenário urbano, com a proposta de se tornar sinônimo de resistência e funcionalidade no mercado do transporte coletivo de Fortaleza, que passa atualmente por fortes transformações, e antenada sempre com a tecnologia e modernidade de seus ônibus, a Empresa Santa Maria vem reduzindo a idade média de sua frota.

Terminal Parangaba recebe wi-fi gratuito e painéis com o itinerário dos ônibus

O prefeito Roberto Cláudio inaugurou, a requalificação do Terminal de ônibus Parangaba. O equipamento, por onde passam diariamente 205 mil passageiros, recebeu uma série de melhorias estruturais e inovações como a disponibilidade de rede wi-fi gratuita, painéis de previsão de chegada dos ônibus, o projeto Terminal Literário e um Bicicletário.

O Prefeito explicou que o Terminal da Parangaba é o segundo mais demandado e encontra-se numa área bastante central de Fortaleza. “Há 20 anos esse Terminal não tinha uma reforma ou melhoramento. Fizemos uma reforma em banheiros, trocamos teto, fizemos instalação elétrica e sanitária, recuperamos pisos, a estrutura de coberta em áreas externas, colocamos iluminação branca, tornamos o espaço uma zona de wi-fi livre, colocamos telões com tempo de saída e chegada e fortalecemos a segurança, duplicando o efetivo da guarda municipal e implantando câmeras de segurança e posto para B.O. eletrônico. Esses serviços acabaram trazendo para o terminal mais segurança, comodidade e conforto para o cidadão. É uma revitalização extensa que envolve novos elementos”, afirmou.

Ele também destacou o Terminal Literário e o projeto Bicicleta Integrada. “O Terminal Literário é um espaço para ler e trocar livros exatamente para humanizar mais esse espaço tão importante e tão demandado pela população. Esse é o primeiro terminal que a gente começou a experiência do projeto Bicicleta Integrada, com 50 bicicletas na estação que possibilitam a pernoite na casa do cidadão. É um novo modal que está sendo levado a todos os outros terminais”.

Para Rennys Frota, presidente da Etufor, a mudança no Terminal foi significativa. “É um completa reestruturação, tudo no sentido de propiciar aos fortalezenses que usam diariamente o serviço mais conforto e melhor condição para uso do transporte. O impacto maior é que o tempo que o usuário passa no Terminal ele tem acesso a outros serviços que a internet propicia a ele, além do acesso à literatura e à integração dos modais bicicleta e ônibus no bicicletário”, declarou.

Conforme Roberto Cláudio, o trânsito ficará ainda melhor do entorno do Terminal da Parangaba com a implementação do binário da Germano Franck com a Barão de Canindé, prevista para ser entregue em julho. “Aqui há um gargalo na entrada e saída do Terminal. Esse problema nós estaremos resolvendo até o começo do mês de julho com a criação do binário da Germano Franck com a Barão de Canindé, que vai facilitar não só a entrada e saída do Terminal, como também o trânsito complicado no cruzamento da Silas Munguba e Germano Franck”.

Conforme Wigor Florêncio, gerente de sustentabilidade ambiental da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), é o quarto bicicletário instalado na cidade, potencializando o uso da bicicleta para trabalho e estudo. “Esse projeto integra a bicicleta ao modal de ônibus. A intenção é que o cidadão venha de um bairro próximo daqui, deixe a bicicleta, pegue um ônibus e se desloque para outra parte da cidade. A Prefeitura teve custo zero com esses equipamentos, que foram doados pelo projeto Urban Leds, que lida com as mudanças climáticas. Com isso, a ideia é trazer mobilidade limpa para as cidades”, disse.

O projeto UrbanLeds é desenvolvido pela Organização Não Governamental Governos Locais pela Sustentabilidade (Iclei), entidade ligada à Organização das Nações Unidas (ONU) para enfrentamento às mudanças climáticas. Fortaleza foi escolhida como cidade-modelo do programa e elaborou, com o apoio internacional, o primeiro Inventário de Gases do Efeito Estufa (GEE), apresentado em 2014. No estudo, os transportes foram apontados como principais responsáveis pelas emissões de poluentes para a atmosfera.

Fortaleza também conta com bicicletários nos Terminais do Siqueira, Conjunto Ceará e Parangaba. O cidadão pode utilizar o bicicletário mediante cadastro feito pela família com documento de identidade e comprovante de residência. São 40 vagas numeradas no equipamento. As bicicletas só podem ser retiradas com assinatura do proprietário ou dependente.

Segundo Paola Braga, secretária executiva da Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor), o projeto Terminal Literário promove a difusão de conhecimento na cidade, que já conta com seis equipamentos do tipo. "Falta só o Terminal da Messejana, que a estante já existe e só aguardando a reforma para ser instalada. A intenção da Secultfor é colocar essas estantes em todos os Terminais, justamente para que a pessoas recebam também livros, para incentivar a leitura e o compartilhamento. É um momento de lazer durante a travessia para a casa ou trabalho". As doações de livros podem ser feitas nas Regionais dos bairros.

Vanda Lúcia Sales, 56, advogada, destacou o projeto Terminal Literário. “Achei maravilhosa essa ideia, até para as pessoas aprenderem a ler ou se sentirem estimuladas com a leitura, pois muita gente não tem o hábito de ler. Por meio dos livros você adquire conhecimento. Pretendo trazer livros que tenho em casa para cá, em vez de jogar no lixo. É muito interessante”.

Conforme Larisse Stéfanie, 18, vendedora de uma lanchonete do Terminal, a reforma deu mais qualidade ao espaço. “Eu achei que melhorou bastante, os banheiros, a organização do espaço. O Terminal Literário é uma boa também para trazer educação, já que tem muitas crianças aqui no Terminal e a população em geral pode conhecer mais cultura. Esse tipo de melhoria com certeza atrai mais clientes também”.

Já Maria Valdeci, 56, técnica de enfermagem aposentada, está satisfeita com o reforço da sinalização para o pedestre. “A reforma é muito boa. A travessia de pedestre é muito importante porque às vezes os próprios ônibus não respeitam, então é bom para a segurança de quem atravessa”.

A administração do prefeito Roberto Cláudio conclui, com o terminal Parangaba, a reforma dos seis terminais, priorizando o transporte coletivo e oferecendo melhor comodidade aos usuários. O terminal Messejana passará por reformulação estrutural, após processo licitatório em andamento. Todos os terminais reinaugurados receberam diversas melhorias e instalação de novos atributos de conforto.

O terminal Parangaba foi inaugurado em 07 de agosto de 1993. Atualmente, estão em operação 54 linhas distribuídas nas plataformas. O terminal conta com 40 boxes com diversos serviços oferecidos, como recarga e solicitação do Bilhete Único, lanchonetes, lojas de variedades, farmácia popular, serviços telefônicos, bancos.

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Expresso Timbira e seu Comil Galleggiante Volvo B12

Por Fortalbus
Após o sucesso dos ônibus com motorização entre-eixos, a Volvo inovou mais uma vez em 1994 quando trouxe o seu primeiro chassi com motor traseiro para o Brasil, o B12. O modelo chegava ao mercado brasileiro com muitas inovações tecnológicas, além do motor mais potente do mercado com 400cv.

A extinta Expresso Timbira, que cruzava os estados do Ceará, Piauí, Maranhão e Pará, trouxe o seu primeiro B12 em 1995, um Galleggiante 3.60 na versão 4x2 com o prefixo 240, sendo o primeiro da sua frota rodoviária. Até então, a Timbira já trabalhava com várias unidades Volvo em sua frota, inicialmente com os B58 na década de 1980 e depois com o consagrado B10M rodoviário.

Seu motor de 12 litros com 6 cilindros em linha gerava baixos níveis de emissões de gases para os padrões da época. Um dos seus diferenciais era a caixa de mudanças totalmente sincronizadas com 7 velocidades, onde o cambio estava acoplado ao assento do motorista, traduzindo num menor esforço e melhor dirigibilidade do condutor.

O B12 trazia também direção hidráulica integral, sendo seu volante ajustável em ângulo e altura com cinco posições. Mais tarde, em 1997, a Volvo lançou o ônibus B12B, uma versão especial para o modelo, que até então era importado.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Empresa São Paulo segue investindo em sua frota

Por Fortalbus
Conhecida como a empresa mais antiga em atividade no Nordeste, desde 1928, a Empresa São Paulo sempre contempla sua frota com novos ônibus. Responsável por linhas urbanas do município de Maranguape e metropolitanas, ligando a cidade serrana à Fortaleza, a empresa mostra o seu comprometimento em ofertar aos seus usuários um serviço cada vez melhor.

Agora a Empresa São Paulo recebeu mais dois novos ônibus zero quilômetro, de prefixo 083 e 084, que chegaram para fortalecer a frota da empresa. O veículo é equipado com chassis Mercedes-Benz OF-1721, e o tradicional Marcopolo Torino, equipamento muito comum na frota. 

Os novos ônibus são mais econômicos e ecológicos, com sistemas inteligentes de combate à poluição, diminuição da emissão de fumaça, entre outros itens que fazem a diferença e mostram o cuidado da Empresa São Paulo com o meio ambiente. 

Com isso a empresa renova o compromisso de transportar os usuários de Maranguape com qualidade, com essa aquisição vem provar que a Empresa São Paulo é digna de aplausos e reconhecimento, diante da qualidade nos investimentos proporcionados a seus clientes. 

Usuários do transporte coletivo de Fortaleza preferem conforto à economia de tempo

Cerca de 90% dos usuários de transporte público de Fortaleza preferem seguir em rotas mais longas e menos práticas até o destino, se houver conforto nos veículos, qualidade das paradas e segurança nas trocas de ônibus. Os dados foram apresentados ontem no workshop Inteligência urbana de Fortaleza, na Unifor.

Conforme Vasco Furtado, vice-presidente da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação da Prefeitura, a pesquisa considerou elementos como distância, tempo e quantidade de trocas de ônibus para classificar uma viagem como “ótima”.

Os usuários da Capital inicialmente optam por rotas em que são necessárias menos trocas de coletivos até o destino. Contudo, a pesquisa mostrou que ao longo do trajeto são escolhidas alternativas “pouco práticas”. Furtado, que também é professor da Unifor, afirma que, no geral, os usuários dizem conhecer as alternativas mais rápidas, mas não estão interessados no tempo do percurso e sim em fatores subjetivos, como a segurança oferecida nos terminais.

De acordo com o pesquisador, são necessárias mais ações do Município para incentivar a mudança dessa cultura. Ele ressaltou como avanço a implantação do Bilhete Único, que permite a integração dos usuários em vários coletivos, fora dos terminais.

Vias sem ações de mobilidade têm tempo de espera maior
O tempo de espera por transporte público diminuiu nas principais vias de Fortaleza que receberam ações para priorizar os coletivos. Em alguns locais, a demora foi reduzida pela metade. Contudo, no restante do sistema, houve aumento da espera. De acordo com diagnóstico do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará (Sindiônibus), a demora dificulta o aumento da velocidade média dos coletivos, estimada em 14km/h.

Segundo os dados apresentados por Dimas Barreira, presidente do Sindiônibus, os usuários de ônibus da avenida Bezerra de Menezes devem ser os que mais notaram diferença. Após as intervenções de mobilidade na via, o tempo de espera caiu de 17 para 9 minutos, em média. A espera caiu ainda nas avenidas Antônio Sales, Dom Luís e Santos Dumont e na rua Padre Valdevino.

“Porém, as demais áreas da Cidade não estão sendo contempladas (com ações). São 86% que precisam ser contempladas”, ressaltou o presidente do Sindiônibus. Segundo Dimas Barreira, apesar da maior velocidade dos ônibus nos corredores, é possível diagnosticar mais lentidão no restante das linhas. “Uma coisa está anulando a outra”, lamentou. 
Com informações: O Povo

Passageiros reclamam de obras no Terminal da Parangaba

Diariamente, centenas de pessoas trafegam pelo terminal de ônibus, no bairro Parangaba, em Fortaleza. O espaço, que sempre foi alvo de reclamação dos usuários, principalmente por conta da superlotação, passa por uma reforma. Porém, o que seria para melhorar a experiência daqueles que usam o terminal, tornou-se uma “dor de cabeça” para os passageiros.

A reportagem esteve no local e encontrou diversos equipamentos e objetos de obras espalhados pelo espaço. Os passageiros reclamam que desde o início desta reforma, os frequentes congestionamentos se intensificaram, principalmente em horário de pico, quando muitos passageiros retornam do trabalho, escola ou faculdade.

Segundo os passageiros, diariamente são registrados tumultos no terminal, desde que a reforma começou. Os usuários reclamam da demora para finalizar o serviço e dizem que mesmo chegando mais cedo no terminal de ônibus, acabam atrasando pela desorganização do espaço.
Com informações: CNews
© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados