Header Ads

ad

Expresso Brasileiro e Viação Águia Branca realizam transferências de veículos

Por Fortalbus
Nos últimos anos, o setor de transportes rodoviários por ônibus vem passando por grandes e importantes transformações para manter um equilíbrio financeiro e competitivo no mercado. A crise no segmento vem fazendo com que grandes empresas de ônibus enfrentem problemas financeiras e administrativas, forçando uma mudança em suas configurações acionárias e sendo adquiridas pelas grandes holding de transportes, como foi o caso da compra da Expresso Brasileiro pela Viação Águia Branca.

A partir do dia 1º de setembro de 2017, após receber o aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a Viação Águia Branca assumia de fato a operação e o controle acionário da Expresso Brasileiro, entrando assim no mercado mais movimentado do País, entre São Paulo e Rio de Janeiro.

Nessa aquisição, o Grupo Águia Branca afirmou a continuidade das operações da Expresso Brasileiro sem qualquer alterações. Mas um fato chamou atenção das redes sociais que pesquisam o setor de transportes nos últimos dias, um veículo do modelo Marcopolo Paradiso G7 1200 com chassi Scania K340IB que pertenceu a Expresso Brasileiro foi transferido e repintado no layout da Viação Águia Branca. 

Repercussão dessa transferência
Para muitos, isso se tratou apenas de uma pequena transferência de veículos entre frotas, mas para outros refletiu como um prenúncio de futuro de ocupação da marca Águia Branca sobre as operações da Expresso Brasileiro. O fato é que até o momento, o Grupo Águia Branca reafirma a continuação da marca Brasileiro em plena operação na Rodovia Dutra, sem grandes alterações, embora o histórico de muitas outras empresas demostraram o contrário.

Nenhum comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.